CIDADANIA

Esquadrão Harpia transporta vacinas e agentes de saúde na Operação Gota

O transporte ocorre até comunidades de difícil acesso para a imunização da população
Publicado: 25/09/2018 17:00
Imprimir
Fonte: Ala 8, por Ten Lorena Molter
Edição: Agencia Força Aérea, por Ten João Elias - Revisão: Major Alle

O Esquadrão Harpia (7°/8° GAV), sediado na Ala 8 em Manaus (AM), participou da Operação Gota do Ministério da Saúde. A missão terminou no último sábado (22) e consistiu no transporte de profissionais de saúde e de vacinas até comunidades de difícil acesso para a imunização da população. A atuação ocorreu no estado do Amapá, na Região Norte do país, e empregou, ao total, mais de 40 horas de voo.

O esquadrão está transportando, desde o dia 10, as vacinas Tríplice Viral, HPV e Sarampo, bem como os agentes de saúde que fazem as aplicações. A bordo do helicóptero H-60 Black Hawk, as tripulações do 7°/8° GAV partem para comunidades do interior isoladas, onde, geralmente, apenas essas aeronaves conseguem pousar. A previsão é que cerca de 15 comunidades sejam atendidas.

O envolvimento do Esquadrão Harpia na iniciativa inclui pousos em áreas restritas e interoperabilidade com o Ministério da Saúde. A Operação Gota garante que populações indígenas e ribeirinhas, de áreas de difícil acesso geográfico, possam receber as vacinas do calendário básico para controlar e manter a eliminação ou erradicação de doenças imunopreveníveis no território brasileiro.

O Tenente Aviador Fernando Afonso Fabian participa da missão e fala sobre a sensação de fazer parte desse tipo de assistência. “O sentimento é de levar o Brasil para os brasileiros, conhecer os locais mais distantes, unificar esse território e levar um pouquinho de esperança a essas populações tão distantes. Ver o sorriso no rosto de uma criança quando a gente chega lá e mostrar para essa população que a Força Aérea e o Estado estão presentes na vida deles é muito gratificante”, disse.


  Fotos: Tenente Fabian