TRÁFEGO AÉREO

DECEA presta auxílio no aprimoramento do controle do espaço aéreo uruguaio

A equipe adequou o sistema aos padrões exigidos pela Organização de Aviação Civil Internacional
Publicado: 07/09/2018 10:00
Imprimir
Fonte: DECEA, por Daisy Meireles
Edição: Agência Força Aérea, por Tenente João Elias - Revisão: Major Alle

O Departamento de Controle do Espaço Aéreo (DECEA), localizado no Rio de Janeiro (RJ), auxiliou o Uruguai em relação à atualização do seu Sistema de Informação Aeronavegante (SISNOTAM). A solicitação foi feita pela Direção Nacional de Aviação Civil e Infraestrutura Aeronáutica (DINACIA) do país.

A Organização Militar brasileira disponibilizou uma equipe de profissionais especializados em Tecnologia da Informação e em Informações Aeronáuticas que, na semana de 6 a 10 de agosto, aperfeiçoaram o banco de dados de informação ao aeronavegante (NOTAM, do inglês Notice to Airmen) uruguaio. A equipe do DECEA observou os padrões exigidos pela Organização de Aviação Civil Internacional (OACI), contribuindo para que o sistema uruguaio se torne ainda mais seguro, confiável e prático.

Ao final da missão, o Diretor Nacional da DINACIA, Brigadeiro General de Aviação Antonio Alarcón, e o Diretor de Circulação Aérea, Tenente-Coronel Gabriel Falco, agradeceram toda a equipe do DECEA pelos serviços prestados e se dispuseram à cooperar com o Sistema de Controle do Espaço Aéreo Brasileiro (SISCEAB), sempre que for preciso.

Referência

O SISCEAB é referência entre os países da América do Sul. Brasil, Paraguai, Uruguai e Argentina assinaram, em abril de 2017, uma Declaração de Interesse Fundacional, que promove uma iniciativa de trabalho conjunto, visando maior segurança operacional, qualidade de serviço e eficiência em nível regional, seja na capacitação do pessoal ou no aprimoramento dos sistemas relacionados ao controle do espaço aéreo.

 

 

Foto: DECEA