AÇÃO HUMANITÁRIA

Dia Mundial do Doador de Sangue é comemorado em 14 de junho

Comando-Geral do Pessoal da Força Aérea Brasileira realiza campanha em todo o país
Publicado: 14/06/2018 08:00
Imprimir
Fonte: Agência Força Aérea, por Ten Aline Fuzisaki
Edição: Agência Força Aérea, por Tenente Cristiane dos Santos - Revisão: Major Alle

FAB incentiva doação constanteO Dia Mundial do Doador de Sangue é comemorado em 14 de junho. O objetivo da data é homenagear a todos os doadores de sangue e conscientizar os não doadores sobre a importância do ato, que é responsável por salvar milhares de vidas. A data foi criada por iniciativa da Organização Mundial da Saúde (OMS), em 2014, e o dia escolhido é uma homenagem ao nascimento de Karl Landsteiner (14 de junho de 1868), um imunologista austríaco que descobriu o fator Rh e várias diferenças entre os diversos tipos sanguíneos.

O dia 14 de junho também precede um dos meses mais críticos: julho. O mês costuma ser a época em que os hemocentros de todo o país enfrentam baixas nos estoques de sangue, especialmente por ser um período de frio em algumas regiões e que também coincide com as férias escolares.

Apesar de julho ser o mês com menor índice de doações, em alguns estados, os bancos de sangue sofrem com a ausência de doadores em várias ocasiões no ano todo. A partir dessa constatação, o Comando-Geral do Pessoal da Força Aérea Brasileira (COMGEP) deu início a uma campanha que tem sido realizada desde agosto do ano passado, incentivando a solidariedade dentro do efetivo.

“A campanha surgiu no momento em que, constantemente, recebíamos pedidos, não só no COMGEP, mas em várias das nossas organizações para que militares comparecessem aos hospitais com a finalidade de atender a essa necessidade de doação de sangue”, explica o Comandante do COMGEP, Tenente-Brigadeiro do Ar Antonio Carlos Moretti Bermudez.

Intitulada “Você era a gota que faltava. Doe sangue. Doe vida!”, a campanha tem um aspecto educativo, com o objetivo de conscientizar o efetivo da FAB e mobilizar os militares a aderirem às ações voluntárias. Essa conscientização garante a regularidade das doações, possibilitando manter os estoques de bolsas de sangue e garantindo a continuidade do abastecimento em todos os centros de saúde e hospitais.

COMGEP promove campanha na FAB Desde o início da campanha, o COMGEP solicita a participação de todas as unidades militares sediadas em Brasília (DF). Com a parceria da Fundação Hemocentro de Brasília, que disponibiliza o apoio de transporte, mensalmente, cerca de 30 voluntários comparecem à instituição, onde é realizada a avaliação clínica com profissionais capacitados, que, baseando-se no perfil mínimo para a doação, definem se o militar está apto.

De acordo com o Comandante do COMGEP, a campanha ultrapassou as expectativas iniciais. Entre agosto e dezembro de 2017, 160 voluntários aderiram à ação. Já de fevereiro a maio de 2018, foram 115 doadores. “Uma das grandes diferenças entre 2017 e este ano é que houve a conscientização e um maior comprometimento dos nossos militares. No início, o COMGEP necessitava motivar e buscar voluntários. Hoje, eles já nos procuram agendando a melhor data para a ida ao Hemocentro”, afirma o oficial-general.

Atualmente, há um intenso trabalho na divulgação para as unidades da FAB em todo o país. “A campanha veio para ficar, sendo muito importante a sua continuidade para que, a cada ano, mais organizações militares participem desse movimento de solidariedade e exercício de cidadania. Afinal, doar sangue é compartilhar a vida, é um ato de nobreza, que representa uma grande prova de respeito e amor ao próximo”, ressalta o Tenente-Brigadeiro Bermudez.

Requisitos básicos para doar sangue:

Estar em boas condições de saúde;

Ter entre 16 e 69 anos, desde que a primeira doação tenha sido feita até 60 anos;

Pesar no mínimo 50kg;

Estar descansado (ter dormido pelo menos 6 horas nas últimas 24 horas);

Estar alimentado (evitar alimentação gordurosa nas 4 horas que antecedem a doação);

Apresentar documento original com foto recente, que permita a identificação do candidato, emitido por órgão oficial (Carteira de Identidade, Cartão de Identidade de Profissional Liberal, Carteira de Trabalho e Previdência Social).

Fotos: Cabo V. Santos