ENSINO

Oficiais-Alunos da ECEMAR iniciam estudos com método de Sala de Aula Invertida

É a primeira vez que essa metodologia é sistematicamente aplicada no âmbito da FAB
Publicado: 13/03/2018 11:40
Imprimir
Fonte: ECEMAR
Edição: Agência Força Aérea, por Tenente João Elias - Revisão: Maj Alle

Mais de 100 oficiais-alunos do Curso de Comando e Estado-Maior, modalidade presencial (CCEM-P), da Escola de Comando e Estado-Maior da Aeronáutica (ECEMAR), começaram os estudos a partir da metodologia de Sala de Aula Invertida, na quarta-feira (07/03). Inicialmente estão sendo ministradas duas disciplinas: Política e Defesa Internacional e Poder Aeroespacial. É a primeira vez que essa metodologia é sistematicamente aplicada no âmbito da Força Aérea Brasileira (FAB).

A Sala de Aula Invertida é uma abordagem de ensino cuja principal inovação é deslocar o protagonismo na relação de ensino-aprendizagem para o aluno. Ao conjugar várias técnicas de ensino, adotando, em um processo reverso de construção do conhecimento, pedagogias mais ativas – como leituras prévias e debates – é possível dar autonomia ao aluno para planejar a aprendizagem, utilizando o tempo disponível em sala de aula para o exercício e retirada de dúvidas.

Essa maneira de ensinar torna o oficial-aluno mais responsável pela construção do conhecimento e facilita a obtenção de níveis cognitivos mais altos para o conteúdo proposto, como os de análise e síntese – essenciais para o futuro de suas carreiras –, bem como possibilita à FAB dispor de Oficiais Superiores com alta capacidade crítica, aptos a propor soluções pautadas em análises e fundamentos teóricos.

“A Sala de Aula Invertida altera completamente o papel do aluno na relação do aprendizado, um salto da audiência para o protagonismo no constructo do conhecimento. Dessa forma, ao término do curso, a Força Aérea Brasileira receberá oficiais transformados: empreendedores capazes de, com espírito crítico e embasamento metodológico, aplicar as ferramentas mais adequadas a cada cenário, na paz ou na guerra”, afirmou o Comandante da ECEMAR, Coronel Aviador Flávio Luiz de Oliveira Pinto.

Para o CCEM-P em 2018 – primeiro curso a adotar essa metodologia – os oficiais-alunos foram divididos em duas esquadrilhas, com quatro grupos cada. Inicialmente, para cada módulo de Sala de Aula Invertida os alunos cumprem quatro tempos de estudo dirigido, quando fazem leituras previamente selecionadas de obras que correspondem ao estado da arte da disciplina. No dia seguinte, depois de dois tempos de aula expositiva, passam a compor os grupos e participarem de debates dirigidos, mediados por um instrutor previamente capacitado para essa função, em que aplicam os conceitos aprendidos em temas da atualidade e de relevância para a FAB e para o Brasil. Ao todo, serão 6 disciplinas e 12 unidades.