ENCONTRO

Presidente da República se reúne com 198 oficiais-generais em Brasília (DF)

Almoço com Ministério da Defesa e Forças Armadas ocorre anualmente
Publicado: 18/12/2017 18:46
Imprimir
Fonte: Agência Força Aérea, por Tenente Felipe Bueno
Edição: Tenente-Coronel Fontes

O presidente Michel Temer, acompanhado pelo Ministro da Defesa, Raul Jungmann, do Ministro do Gabinete de Segurança Institucional, General de Exército Sérgio Westphalen Etchegoyen, e dos Comandantes da Marinha, Exército e Aeronáutica, participou nesta segunda-feira (18/12) do almoço anual com os oficiais-generais das Forças Armadas na Ala 1, localizada em Brasília (DF). Ainda, o evento marcou a apresentação dos 17 oficiais generais promovidos no último mês de novembro.

Após o presidente cumprimentar todos os oficiais-generais presentes, o Comandante da Aeronáutica, Tenente-Brigadeiro do Ar Nivaldo Luiz Rossato,
realizou um pronunciamento como porta-voz das três Forças. O Comandante aproveitou a oportunidade para comemorar as conquistas e desafios superados em 2017 e projetar os próximos passos em 2018, além de celebrar o fim de ano em união com companheiros da Marinha e do Exército.

Em seguida, o Ministro da Defesa enfatizou a continuidade dos projetos desenvolvidos pelas três Forças Armadas, mesmo em tempos de crise. Ele destacou o programa nuclear brasileiro, o lançamento do Satélite Geoestacionário de Defesa e Comunicações Estratégicas (SGDC) e os investimentos para a renovação da frota da Marinha. "Internacionalmente, vejo que o Brasil saiu consagrado do Haiti. Temos desafios pela frente, sem sombra de dúvidas, mas temos totais condições de sermos bem sucedidos", disse.

Ao finalizar o encontro anual do presidente com os oficiais-generais das Forças Armadas, Michel Temer abordou vários assuntos em seu discurso, em especial o ano proveitoso apesar das dificuldades e a importância da união entre os poderes em favor do Brasil. "A relação entre os órgãos de poder e as Forças Armadas é fundamental, porque não somos autoridades por conta própria, o poder não é nosso. Somos autoridades constituídas, então temos o dever de olhar para o Brasil, de agir pelo Brasil como quem quer o progresso da Pátria e do seu povo", afirmou Temer.

Por fim, o presidente agradeceu a participação das Forças Armadas em missões humanitárias pelo Brasil e também no exterior, como no Líbano e no Haiti. No pátio da Ala 1, ele visitou pela primeira vez a aeronave KC-390, que deve ser entregue à Força Aérea Brasileira em 2018 para realizar múltiplos tipos de missão.

Fotos: Sargento Johnson Barros/Agência Força Aérea.

Confira o vídeo apresentado durante o evento, mostrando a interoperabilidade das Forças Armadas do Brasil: