MEIO AMBIENTE

Projeto da EEAR planta 62 mil mudas de espécies da Mata Atlântica

A meta é chegar a 80 mil mudas; a ação contribui para a recuperação desse importante bioma do País
Publicado: 23/07/2017 08:00
Imprimir
Fonte: EEAR
Edição: Agência Força Aérea, por Tenente João Elias

A meta é realizar o plantio de 80 mil mudasA Escola de Especialistas de Aeronáutica (EEAR), unidade da Força Aérea Brasileira (FAB) em Guaratinguetá (SP), já plantou 62 mil mudas no Projeto SEMEEAR – para uma vida mais saudável. A meta é chegar a 80 mil mudas de diversas espécies arbóreas da Mata Atlântica, ação que contribui para a recuperação desse importante bioma do País.

O plantio foi realizado no espaço situado ao lado do Hotel de Trânsito da Escola até o limite da área de treinamento militar. O projeto, iniciado em novembro de 2016, é desenvolvido em parceria com a Empresa Extratora de Areia Andorinha Ltda, da cidade de Caçapava (SP).

“Após as etapas de combate a formigas e pragas, demarcação de espaçamento das mudas, preparo do coroamento de berços e, finalmente, o plantio com fertilizantes gel, começa agora a fase de manutenção com adubação e replantio das espécies que não vingaram”, explicou o Coordenador do Projeto, Capitão Celso Molinari.

O projeto foi iniciado em novembro de 2016O Projeto SEMEEAR contemplará também o plantio de espécies de árvores nativas para a preservação da mata ciliar do Ribeirão Guaratinguetá, fonte abastecedora de água potável da EEAR, bem como das regiões adjacentes.

A unidade ocupa, atualmente, um espaço de aproximadamente 10 milhões de metros quadrados, com uma área construída superior a 119 mil metros quadrados, contendo 93 prédios administrativos e 416 residências, distribuídos em três vilas militares: Vila dos Oficiais, Vila dos Suboficiais e Sargentos e Vila de Cabos e Taifeiros e é considerada a maior escola de ensino técnico-profissionalizante da América do Sul.