ESPORTE

Atletas da Equipe Falcão vivem desafios em campeonato de paraquedismo

Campeonato, sediado em Boituva (SP), vale vaga para mundial
Publicado: 25/05/2017 14:30
Imprimir
Fonte: Agência Força Aérea, por Tenente Emília Maria

A equipe da Aeronáutica – Falcões – começou o 27º Campeonato de Paraquedismo das Forças Armadas, em Boituva (SP), com bons resultados. Os atletas acreditam, no entanto, que a competição será acirrada até o fim, já que a qualidade dos times é muito boa.

“Queremos ser campeões, mas a modalidade estilo é uma novidade para nossa equipe, então é desafiador”, ressalta o Major Diego Gabriel da Silva, do efetivo da Comissão de Desportos da Aeronáutica (CDA) e um dos atletas do time Falcões.

A Força Aérea intensificou sua representatividade em mundiais nos últimos três anos e tem a expectativa de manter os bons resultados. O campeonato brasileiro vale a vaga para representar o País no mundial de paraquedismo, na Alemanha, em julho deste ano.

O Sargento Flavio Coelho Maia, também da CDA, faz parte do apoio logístico do time Falcões. Ele também é um dos responsáveis por dobrar os paraquedas após os saltos. “É importante que o atleta não precise dobrar seu paraquedas e possa ter tempo e tranquilidade para se preparar para o próximo salto”, explica.

Ao longo do dia, o intervalo entre os saltos para cada equipe é de cerca de meia hora. Logo depois que os atletas pousam, os paraquedas precisam ser dobrados e ficar em condições para saltar novamente. O campeonato acontece até sexta-feira (26) e nos cinco dias de competição serão contabilizadas oito rodadas de saltos de precisão individual, oito rodadas de precisão em equipe, cinco rodadas na modalidade estilo e mais oito de formação em queda livre (FQL).

As provas estão sendo realizadas no Centro Nacional de Paraquedismo e são abertas ao público com entrada gratuita.

imagens/original/34239/170522bat0131(c)bruno_batista.jpg
imagens/original/34239/170522bat0343(c)bruno_batista.jpg