ESPORTE

Ministro estima aumento de 30% na participação de atletas militares nas Olimpíadas 2020

Afirmação foi feita durante entrega da medalha Mérito Desportivo Militar a 280 personalidades no RJ
Publicado: 20/03/2017 14:50h
Imprimir
Fonte: III COMAR, por Ten Myrian/Ministério da Defesa

Medalhista olímpico, Sargento Maicon recebeu Mérito DesportivoO ministro da Defesa, Raul Jungmann, entregou na sexta-feira (17/03), a Medalha do Mérito Desportivo Militar a 280 personalidades civis e militares. A cerimônia de imposição da comenda foi realizada no III Comando Aéreo Regional (COMAR 3), no Rio de Janeiro.

Entregue desde 2006, a comenda homenageia atletas e autoridades que tenham prestado relevantes serviços ao desporto brasileiro, ou que se destacaram em competições nacionais e internacionais. Em seu discurso, Jungmann destacou a importância do incentivo ao desporto militar e os resultados obtidos pelos atletas de alto rendimento nas últimas competições esportivas, entre elas os Jogos Olímpicos, em Londres 2012, e no Rio, em 2016.

“O Programa de Atletas Militares de Alto Rendimento colheu seus frutos nos Jogos Militares de 2011, quando o Brasil alcançou o primeiro lugar no quadro de medalhas. Nossa presença foi ainda mais marcante nos Jogos Olímpicos realizados no Rio de Janeiro em 2016, com 145 atletas militares no time Brasil, nosso desporto militar conquistou 13 das 19 medalhas Olímpicas para o país”, relatou. “O nosso sonho é tentar aumentar a participação em até 30% dos atletas militares nos próximos Jogos Olímpicos”, ressaltou o ministro.

Sargento Marilson foi um dos homenageadosJungmann também destacou a importância do esporte como exemplos de vida e de conduta. “O esporte transmite exemplo de superação, de solidariedade, de superação. E eu acho que o Brasil, hoje, precisa de bons exemplos”, concluiu. 

Atletas da FAB - Entre os homenageados, estava o Sargento da FAB Maicon de Andrade Siqueira - medalha de Bronze no Taekwondo, modalidade peso pesado (+ de 80kg) nos Jogos Olímpicos Rio 2016. “Foi uma honra disputar meus primeiros Jogos Olímpicos dentro de casa e ainda ganhar a medalha. Hoje, ser agraciado com essa condecoração demonstra o reconhecimento do meu trabalho e do meu esforço”, afirmou o atleta.

Outro desportista que integra o Programa de Atleta de Alto Rendimento da FAB homenageado foi o sargento Marilson Gomes dos Santos. O maratonista relatou que está há 27 anos envolvido com o esporte e representando o Brasil. Os treinos diários são realizados em dois períodos. Por semana, chega a percorrer 220 quilômetros semanais. 

“Estar na FAB e poder treinar pelo Programa de Atletas Militar de Alto Rendimento trouxe total mudança na minha vida. Nós atletas já temos a disciplina no treinamento, a doação para o esporte, mas depois que entrei na Força Aérea, essas características vieram à tona com mais força. O fato de representar nosso país, já era uma honra, sendo um militar se tornou algo muito maior”, afirmou.

Presidente da CDA destaca apoio da instituição ao esporteApoio ao desporto - O Presidente da Comissão Desportiva da Aeronáutica (CDA), Brigadeiro Arnaldo Augusto do Amaral Neto, que também recebeu a medalha, destacou o empenho da instituição no programa de atletas de alto rendimento e a contribuição dos militares para as obras que receberam atletas de diversos países.

“Não só pra mim, mas acredito que para toda a Força Aérea, receber essa medalha significa muito por tudo que fizemos desde o início quando acreditamos no projeto do desporto e principalmente no projeto de alto rendimento. Quando olhamos o resultado, isso reflete todo o profissionalismo e a dedicação de todos os nossos militares e civis que se empenharam desde a construção das instalações até o recebimento dos equipamentos. E continuamos com esse plano de legado, zelando por tudo isso que hoje está aos nossos cuidados. Enfim, esse é o reconhecimento por todas as pessoas que se empenharam”, declarou.

Na área da CDA, localizada no Campo dos Afonsos, zona oeste do Rio de Janeiro, foi construído o centro olímpico de treinamento para os jogos Rio 2016. A infraestrutura construída e adquirida para dar suporte aos atletas olímpicos está sendo redirecionada ao atendimento de programas sociais no Rio de Janeiro (RJ).

A cerimônia foi acompanhada pelos comandantes da Marinha, Almirante de Esquadra Eduardo Bacellar Leal Ferreira, e da Aeronáutica, Tenente-Brigadeiro do Ar Nivaldo Luiz Rossato, e pelo Comandante Militar do Leste, General de Exército Walter Souza Braga Netto, representando o Comandante do Exército Brasileiro, General de Exército Eduardo Dias da Costas Villas Bôas.