CARREIRA

Mais de 180 cadetes recebem suas platinas na Academia da Força Aérea

Solenidade foi realizada em Pirassununga, interior de São Paulo
Publicado: 23/02/2017 16:04
Imprimir
Fonte: AFA
Edição: Agência Força Aérea, por Ten Flavio Nishimori

Após cinco semanas no Estágio de Adaptação (EAD), 186 jovens advindos da Escola Preparatória de Cadetes do Ar (EPCAR) e do meio civil foram incorporados como cadetes da Academia da Força Aérea (AFA), localizada em Pirassununga (SP). A Cerimônia de Entrega de Platinas, realizada na quarta-feira (22/02), foi comandada pelo Major Aviador Ricardo Zuccarelli Soares.

A turma é composta por 133 cadetes do Curso de Formações de Oficiais Aviadores, sendo 1 cadete do Senegal; 34 do Curso de Formação de Oficiais Intendentes; e 19 do Curso de Formação de Oficiais de Infantaria, sendo 1 cadete da Guatemala. O grupo possui 18 mulheres que contam com a determinação para superar esta primeira fase.

A entrega da platina marca o fim do Estágio de Adaptação“Esta é uma fase difícil, mas necessária. Este período proporciona os ensinamentos básicos fundamentais para a vida do cadete”, disse o Comandante do Corpo de Cadetes, Coronel Webert Romeiro Freire. “É necessário desenvolver os atributos inerentes à vida militar, como rusticidade, controle emocional, capacidade de superação, espírito de corpo, obediência e disciplina”, complementa o Coronel.

Os obstáculos a serem superados foram diferentes para cada cadete na adaptação à nova rotina. “Pra mim, o mais complicado foi a organização. Era bem difícil em casa e aqui só intensificou, mas devagar vamos nos acertando”, conta o Cadete de Infantaria Renato Gaúcho.

Cadetes e familiares comemoram mais uma conquistaA formação dos agora cadetes terá duração de quatro anos. Os aviadores são preparados à pilotagem militar, sendo fomentado o desenvolvimento do espírito combativo; os intendentes, ao desempenho de funções para gerir as atividades administrativas e logísticas das Organizações Militares da Força Aérea. Já os oficiais de infantaria são formados para gerir as atividades desenvolvidas nas unidades de Infantaria, incluindo as tarefas de operações especiais, emprego de tropa, de autodefesa das organizações da Força Aérea e de defesa antiaérea.

 


Platina de Cadete da Aeronáutica