REESTRUTURAÇÃO

Nova unidade subordinada ao DECEA inicia atividades no RJ

Grupamento prestará apoio às organizações do Sistema de Controle do Espaço Aéreo
Publicado: 05/01/2017 09:00h
Imprimir
Fonte: DECEA, por Tenente Glória Galembeck
Edição: Agência Força Aérea, por Ten Flávio Nishimori

Fachada do GAPCEA, no Rio de JaneiroFoi ativado, no dia 1º de janeiro de 2017, o Grupamento de Apoio às Unidades do Sistema de Controle do Espaço Aéreo (GAPCEA), Organização Militar sediada na cidade do Rio de Janeiro. O efetivo se reuniu pela primeira vez na manhã do dia 3 de janeiro deste ano para receber orientações e a Diretriz de Comando do Chefe do GAPCEA, Coronel Intendente Edmilson José Costa.

Na abertura da reunião, o Vice-Diretor do Departamento de Controle do Espaço Aéreo (DECEA), Major-Brigadeiro do Ar Sérgio de Matos Mello, relembrou que a criação do GAPCEA segue um modelo que já é adotado no Comando da Aeronáutica nas áreas da saúde e de apoio logístico.

“Esta nova organização militar será a mola propulsora do DECEA. Os senhores terão a oportunidade de fazer grandes aquisições de manutenção e serviços”, afirmou o Major-Brigadeiro Sérgio, nas palavras que dirigiu ao efetivo do GAPCEA.

O Núcleo do GAPCEA (NuGAPCEA) foi ativado em 5 de outubro de 2016, quando tiveram início as gestões para a implantação da nova unidade. Militares e civis da área administrativa oriundos do DECEA, da Comissão de Implantação do Sistema de Controle do Espaço Aéreo (CISCEA) e do Parque de Material de Eletrônica da Aeronáutica do Rio de Janeiro (PAME-RJ) compõem agora o efetivo de 85 profissionais da nova Unidade.

Coronel Edmilson, Chefe do GAPCEAA principal missão do GAPCEA é a obtenção de bens e serviços de natureza técnica, especializada e finalística para as 14 unidades subordinadas ao DECEA, de modo que esse apoio alcance os diversos Destacamentos de Controle do Espaço Aéreo (DTCEA) existentes em todo território brasileiro.

O projeto de criação dessa Organização Militar começou com um Grupo de Trabalho (GT) instituído para estudar a viabilidade de concentração das atividades administrativas das unidades que compõem o Sistema de Controle do Espaço Aéreo Brasileiro (SISCEAB).

Segundo o Coronel Edmilson, o GAPCEA surge no contexto da reestruturação da Força Aérea Brasileira (FAB), que passa por um processo de extinção de unidades e criação de outras, com foco na concentração administrativa e otimização de recursos.

“A ideia da criação do GAPCEA já é relativamente antiga entre os oficiais intendentes do DECEA, porém, nesse cenário de reestruturação da FAB, surgiu a oportunidade que faltava para transformarmos o que antes era apenas uma ideia em realidade”, informou o Coronel Edmilson.

O GAPCEA está instalado no Complexo Santos Dumont, nas imediações do DECEA.