SOCIAL

Escola Preparatória de Cadetes encerra atividades de 2016 do Programa Forças no Esporte

Este ano, 45 crianças concluíram a participação no programa desenvolvido em Barbacena (MG)
Publicado: 17/12/2016 08:00
Imprimir
Fonte: EPCAR/Agência Força Aérea, por Ten Flávio Nishimor

Participantes do PROFESP da EPCARDepois de dois anos, 45 crianças concluíram sua participação no Programa Forças no Esporte (PROFESP) desenvolvido na Escola Preparatória de Cadetes do Ar (EPCAR). O evento de encerramento das atividades de 2016 foi realizado na terça-feira (13/12), em Barbacena (MG).

Atualmente, o projeto contempla 150 crianças e adolescentes com idade entre 7 e 14 anos, de ambos os sexos, da Escola Municipal Sebastião Francisco do Vale, localizada no bairro Ipanema, área de vulnerabilidade social na cidade de Barbacena.

“O importante neste projeto é a inclusão social e o reforço dos valores de respeito e família, que atualmente estão se perdendo na sociedade em que vivemos. Reforçamos tudo o que os alunos aprendem na escola e a prática de esportes facilita esse aprendizado. Estou há 7 meses nesse programa e o avanço e a mudança de comportamento são visíveis nestas crianças”, afirma Shirlene Moura, voluntária no projeto.

O PROFESP tem como proposta pedagógica contribuir para um relacionamento respeitoso com o próximo, trabalhando valores, desenvolvendo competências e coordenação motora, condições estas necessárias para o aprendizado futuro. Para fins didáticos, as atividades são trabalhadas em dois campos, sendo eles: o esportivo e o complementar. A EPCAR disponibiliza seu efetivo civil e militar, que atuam de forma voluntária.

Programa��o de encerramento PROFESPNo campo esportivo, são oferecidos futebol, atletismo, futsal, vôlei, orientação e basquete. Na área complementar, são ministradas palestras sobre autoestima, motivação, etiqueta, valores éticos e morais, trabalho em equipe, bem como aulas de inglês, português, raciocínio lógico-matemático e informática. Ainda, são oferecidas oficinas de música, xadrez, artes, brincadeiras, capoeira, agroecologia, ordem unida, além de avaliação médica e atendimento psicopedagógico.

A primeira edição do PROFESP na Escola Preparatória teve início em setembro de 2014 com 100 alunos. O coordenador do programa na EPCAR, Major Capelão Paulo Lupércio Simões, acredita que as atividades propostas contribuirão para o desenvolvimento social e cognitivo das crianças.

"Estamos caminhando nesse trabalho a fim de contribuir para a inclusão social desses jovens", explica o militar.

O PROFESP, desenvolvido pelos Ministérios da Defesa e do Esporte, tem como objetivo, através da prática esportiva e de atividades complementares, contribuir para inclusão social de crianças e adolescentes de áreas de riscos sociais.