SEGURANÇA DE VOO

Novo material gráfico sobre risco de fauna é disponibilizado pelo CENIPA

Entre 2011 e 2015, foram recebidos 8.229 reportes de colisões com fauna no Brasil
Publicado: 01/12/2016 08:25
Imprimir
Fonte: CENIPA
Edição: Agência Força Aérea, por Ten Emília Maria

Com a finalidade de conscientizar sobre o risco da presença de fauna em áreas próximas aos aeroportos brasileiros, o Centro de Investigação e Prevenção de Acidentes Aeronáuticos (CENIPA) disponibiliza novos materiais gráficos sobre o assunto. Os cartazes digitais foram produzidos pelo Centro de Comunicação Social da Aeronáutica (CECOMSAER) e pelo CENIPA.

“É importante deixar claro que o setor aéreo deve adotar uma postura cada vez mais proativa, efetuando ações mitigadoras que envolvem operadores de aeronaves, controladores de tráfego aéreo e operadores de aeródromos. É fundamental a coleta de dados e, além disso, o treinamento contínuo e o uso de ferramentas adequadas. Tudo isso pode reduzir o risco de fauna em cada aeródromo de maneira eficiente”, explica o Assessor de Risco de Fauna do CENIPA, Tenente-Coronel Henrique Rubens.

Números - Entre 2011 e 2015, foram recebidos 8.229 reportes de colisões com fauna no Brasil. Contudo, estima-se que esse número corresponde a apenas 30% dos eventos, ou seja, somente uma em cada três colisões é comunicada ao CENIPA, organização responsável por manter o banco de dados nacional.

Material gráfico - Quinze cartazes fornecem orientações sobre os principais componentes de gerenciamento de segurança operacional, como: reporte de dados estatísticos, mitos, técnicas de afugentamento, eliminação de atrativos e ações recomendadas aos tripulantes diante deste perigo natural à aviação. O material gráfico priorizou a utilização de recursos visuais para facilitar a compreensão acerca dos procedimentos para gerenciamento do risco, tornando-se mais atrativo ao público. A divulgação por meio digital pretende atingir a comunidade aeronáutica de todo o País, de forma ágil e eficaz.
Clique aqui para acessar o material.