RIO 2016

Atleta da FAB integra equipe brasileira de revezamento 4x400

Primeira rodada da prova de revezamento 4x400 masculina será disputada nesta sexta-feira (19), às 21h10
Publicado: 19/08/2016 10:30
Imprimir
Fonte: Agência Força Aérea, por Tenente Emília Maria

Músico ou atleta? O integrante da equipe brasileira de revezamento 4x400 e Sargento da FAB Alexander Russo se encaixa nas duas definições. Embora possam parecer atividades muito distintas, ele consegue estabelecer uma relação entre elas. “Tanto um atleta quanto um músico precisa ter muita disciplina, dedicação, concentração e, claro, treinar bastante para ser bom”, compara ele.

Influenciado pela mãe, Alexander começou a tocar violino com apenas três anos de idade e chegou a estudar em conservatórios para se profissionalizar. Foram cerca de 15 anos praticando a música, o que não o impediu de demonstrar talento e tomar gosto pelo esporte.

Na escola, nas aulas de educação física, ele era sempre mais rápido que os colegas. Os professores observavam e comentavam que ele devia pensar em competir no atletismo. Mas só em 2010, quando viu uma foto de Usain Bolt em uma revista depois de ter batido um recorde mundial, ele decidiu investir na prática. “Quando vi ele batendo a mão no peito naquela foto, pensei `ele é o mais rápido do mundo. Eu também posso, se treinar, chegar em um bom nível´”, conta Alexander.

Ele se destacou e conseguiu boas posições logo nos primeiros campeonatos juvenis e recebeu convites para integrar diversas equipes. O pai ficou apreensivo por ele querer deixar de ser violinista, mas, diante da persistência do filho, acabou cedendo e ajudou a procurar um bom local para treinamento.

A conquista da vaga para participar dos Jogos Olímpicos Rio 2016 foi motivo de orgulho para o atleta de 22 anos. “É emocionante estar participando do maior evento esportivo do mundo em meio a tantos grandes nomes do esporte”, comemora.

Vamos torcer - A primeira rodada classificatória da prova de revezamento 4x400 masculina será realizada nesta sexta-feira (19), a partir das 21h10, no Estádio Olímpico Engenhão. A equipe brasileira vai participar da segunda bateria e os integrantes ainda não estão definidos. Alexander está na expectativa pela definição do técnico. A final do revezamento 4x400 será no sábado (20) às 22h35.

Fotos: Agência Força Aérea/Tenente Heitor; Acervo pessoal.

Assista à entrevista: