RIO 2016

Essa medalha é nossa, diz Sargento Arthur Nory

Confira como foi a atuação dos atletas da FAB neste fim de semana
Publicado: 15/08/2016 11:15
Imprimir
Fonte: Agência Força Aérea, por Ten Cynthia Fernandes

Com um sorriso largo no rosto, o Sargento Arthur Nory agradeceu ao apoio da Força Aérea Brasileira na conquista da primeira medalha olímpica em sua carreira de atleta. “Essa medalha é nossa”, declara o militar do Programa de Atletas de Alto Rendimento das Forças Armadas. Nory também inaugurou o quadro de medalhas da FAB.

Aos 22 anos, o ginasta também alcançou uma marca inédita para a ginástica artística do Brasil: 6º lugar na competição por equipes. O atleta também disputou a final individual geral, mas ficou em 17º lugar.
“Estou muito feliz e quero agradecer a Força Aérea Brasileira por acreditar em mim e toda a força me dada”, acrescenta.

Demais provas

Com um salto de 5,70 metros, o Sargento Thiago Braz avançou para a final na prova de salto com vara no último sábado (13/08). O atleta da FAB disputa uma medalha inédita para o Brasil na modalidade. Ele está entre os três atletas da prova que cometeram menos erros na classificatória. Ainda no atletismo, no sábado (13/08), a sargento Juliana dos Santos finalizou em antepenúltimo lugar entre as 17 corredoras na prova de 3000 metros com obstáculos, com 9m45s95.
 
Em sua primeira participação olímpica, o Sargento Ygor Coelho, do badminton, se despediu dos jogos neste domingo, ao ser derrotado por 2 sets a 0. Ygor chegou a fazer frente ao adversário por alguns momentos, mas a partida fechou as duas parciais em 21 x 12. No feminino, a Sargento Lohaynny perdeu para a ucraniana Maria Ulitina e também foi eliminada.

A dupla brasileira de vôlei de praia formada pelo Sargento Pedro Solberg e Evandro foram eliminadas nas oitavas de final, no sábado. Os russos venceram por 2 sets a 1 e seguiram para a próxima fase. Depois de cinco derrotas consecutivas, a seleção brasileira feminina de basquete – que conta com as sargentos Ramona e Clarissa - também está fora da Olimpíada. A última partida foi contra a Turquia, que faturou de 79 a 76. A equipe brasileira de handebol masculino também continua na briga por uma medalha. Contra o Egito, os Sargentos Maik, André e Vinicius empataram e deixaram a seleção em 3º lugar, com 5 pontos. A Suécia é o próximo adversário nesta segunda-feira (15/08).

Neste domingo (14/08), o Sargento Gideoni Monteiro deixou a bandeira nacional na oitava posição do primeiro dia de disputas da prova omnium – considerada a mais completa na modalidade de ciclismo de pista. Para ficar com o ouro, o ciclista precisa somar pontos em seis disputas diferentes, que exigem técnica, força e resistência. "Demorei um pouco para me encaixar, estava um pouco ansioso. Mas consegui crescer aqui no Rio", disse o brasileiro.

Com informações do site Rio 2016. Fotos: Wander Roberto, Flávio Florido, Jonne Roriz/Exemplus/COB

Confira o recado do atleta Arthur Nory: