RIO 2016

Família olímpica na quadra e na torcida pelo Handebol

Ex-jogadora e esposa de goleiro da seleção de Handebol “joga junto” nessa Olimpíada
Publicado: 11/08/2016 11:20
Imprimir
Fonte: CDA
Edição: Agência Força Aérea, por Ten Emília Maria

Hoje, às 16h40, o marido de Lucila Vianna Santos e pai de Emanuelle estarão em quadra para seguir na disputa por uma medalha olímpica. Ele é o goleiro da seleção brasileira de Handebol e Sargento da FAB Maik Santos. O confronto desta quinta-feira (11) é válido pela terceira rodada da competição nos Jogos Olímpicos Rio 2016.

E ninguém melhor do que Lucila para entender o que Maik está passando nesse período. Grávida da segunda filha, ela sabe da necessidade de concentração do marido e o apoia em tudo que pode. Ela mesma já esteve em situação parecida: foi atleta da seleção feminina de Handebol por 16 anos. Nesse tempo, participou de três Olimpíadas, sete mundiais e foi tricampeã panamericana.

“Acredito que seja mais tranquilo para mim. Estou grávida e com uma filha de 5 anos e, se eu não tivesse passado pelo que ele está passando, não seria tão tranquilo. Mas como já estive do outro lado, consigo entender melhor as necessidades dele, o momento de falar algo ou não”, conta Lucila.

Para ela, o relacionamento com o marido é de parceria. “Nesse momento de concentração eu assumi tudo que pode atrapalhar, não deixo chegar até ele questões externas sem necessidade, para não tirá-lo do foco”, relata ela.

Emanuelle também entende a distância temporária do pai. Lucila leva a pequena para assistir aos jogos e explica que ainda não é hora de estar com o papai, mas de torcer por ele.

O casal esteve junto na Olímpiada de Pequim e Lucila sente que seu trabalho está tendo continuidade com Maik. “Nós ajudávamos um ao outro lá e agora também está sendo uma experiência ótima, pois estou ajudando ele de outra maneira e vendo a continuidade do Handebol na família”, diz a ex-jogadora, que agora trabalha em um projeto infantil da Confederação Brasileira de Handebol.

Chama Olímpica – Lucila participou do revezamento da Tocha Olímpica no Rio de Janeiro e viu sua participação como o coroamento do trabalho realizado como jogadora na seleção brasileira e o que continua fazendo pelo esporte na Confederação. “Foi o reconhecimento de uma vida inteira dedicada ao Handebol. Pra mim foi uma emoção muito grande e vai ficar para a história também por eu ter carregado a Tocha com a minha filha na barriga”, conta Lucila.


Torcida – O jogo de hoje, na Arena do Futuro, é contra a Alemanha, a líder da chave B. Os brasileiros esperam enfrentar um jogo duro na briga pela classificação para as quartas de final.
Os brasileiros ainda enfrentam o Egito no sábado (13) e a Suécia na segunda-feira (15). Depois disso, a competição segue para as quartas de final.

Time FAB – Além do goleiro Maik, o ponta André Martins Soares "Alemão" e o pivô Vinícius Teixeira "Vini" também são atletas da Força Aérea.