RIO 2016

Ministro da Defesa conhece detalhes da atuação da tropa da FAB no aeroporto do Galeão

A partir deste domingo (24), infantaria da FAB vai atuar dentro e no entorno do principal aeroporto carioca
Publicado: 21/07/2016 14:30
Imprimir
Fonte: III COMAR
Edição: Agência Força Aérea, por Ten Jussara Peccini

A poucos dias do apronto operacional das tropas militares para o período dos Jogos Olímpicos e Paralímpicos Rio 2016, o ministro da Defesa, Raul Jungmann, chegou à cidade do Rio de Janeiro (20/07) para visitar as estruturas militares e conhecer o esquema de segurança e defesa montado pelas Forças Armadas. O ministro foi recepcionado no RIOGaleão – Aeroporto Internacional Tom Jobim pelo Comandante do Terceiro Comando Aéreo Regional (III COMAR), Major Brigadeiro-do-Ar José Euclides da Silva Gonçalves, pelo Coordenador Geral de Defesa de Área (CGDA), General de Exército Fernando Azevedo e Silva, e pelo Delegado da Polícia Federal, Fábio Andrade.

O primeiro compromisso do ministro na cidade foi conhecer as novas instalações e áreas reformadas do Aeroporto Internacional, como o sistema de Raio X e as salas onde funcionará o gerenciamento do esquema de segurança. O ministro também pôde ver como será a disposição e deslocamento dos militares da Policia da Aeronáutica (PA) dentro do aeroporto e nas imediações.

A Força Aérea atuará com uma tropa de cerca de 500 militares nas missões de Garantia da Lei e da Ordem (GLO), na segurança e no patrulhamento das vias de acesso ao aeroporto do Galeão, policiamento ostensivo e controle do tráfego. “Nossa tropa de Infantaria trabalhará em apoio aos órgãos de segurança pública reforçando a segurança dentro e fora do aeroporto. Esses homens foram treinados e estão prontos para garantir a máxima segurança aos usuários do aeroporto em qualquer situação”, afirmou o Major-Brigadeiro Euclides.

Na Sala de Gerenciamento de Crise, o Delegado da PF apresentou a estrutura montada pelo órgão e, como isso será posto em prática. “Caso ocorra algum problema na área do aeroporto, é aqui que nos reuniremos com os representantes de todas as agências de segurança e defesa envolvidas para a tomada de decisões”, informou Fábio Andrade.

O Comandante do III COMAR explicou como serão coordenadas as ações, passo a passo, entre as agências. “Agiremos em camadas de responsabilidade, acionando os agentes necessários para cada tipo de evento”, completou.

O ministro conheceu, ainda, o Centro de Operações RIOGaleão, onde funciona todo o sistema de gerenciamento aeroportuário e que concentrará todas as equipes envolvidas. Na Sala Apron Control, foi possível ver de perto como é controlado todo o esquema de pouso e decolagem do aeroporto. A área foi modernizada já pensando no período olímpico.

Atuação da FAB no RIOGaleão – Uma das áreas de atuação da FAB durante os Jogos Olímpicos e Paralímpicos Rio 2016 será a manutenção da segurança e defesa do Aeroporto Internacional Tom Jobim e em suas imediações. Uma tropa formada por homens vindos dos batalhões de Infantaria de Brasília, Boa Vista, Porto Velho, Belém, e dos batalhões do Rio de Janeiro, começará a atuar neste domingo (24/07). Essas ações serão realizadas em apoio aos órgãos de Segurança Pública, como Polícia Federal, Polícias Militar e Civil, Guarda Municipal e a concessionária RIOGaleão.

Além da área do aeroporto, a tropa também garantirá a segurança nas vias de acesso à Ilha do Governador, para garantir o deslocamento das comitivas que desembarcarão e embarcarão na Base Aérea do Galeão.

Estão previstos cem movimentos de chegada de chefes de Estado, dignitários e família olímpica na BAGL. A FAB é responsável pelas operações de ações aeroportuárias e espaciais, pelo receptivo e deslocamento dessas comitivas para saída dentro do tempo previsto e em segurança da Ilha do Governador.