RIO 2016

Obras do Centro de Treinamento Olímpico da Aeronáutica são inauguradas

Complexo tem duas sedes, uma nos Afonsos e outra na Barra, e vai servir para treinamento de atletas olímpicos antes e durante as competições
Publicado: 18/07/2016 19:41
Imprimir
Fonte: Agência Força Aérea, por Ten Gabrielli Dala Vechia

Com as presenças do Ministro do Esporte, Leonardo Picciani, e do Comandante da Aeronáutica, Tenente-Brigadeiro do Ar Nilvaldo Luiz Rossato, foi inaugurado, nesta segunda-feira (18/07), o Centro de Treinamento Olímpico da Aeronáutica. A solenidade aconteceu na Sede Afonsos, localizada nas dependências da Universidade da Força Aérea (UNIFA), no Rio de Janeiro (RJ).

Na Sede Afonsos, o complexo, que custou R$ 58 mi, conta com uma piscina olímpica e uma pista de atletismo homologadas pelo Comitê Olímpico Internacional (COI), um ginásio poliesportivo e uma zona de arremesso de peso. Também fazem parte do conjunto de obras um alojamento com capacidade para 142 pessoas e as instalações do Instituto de Ciências da Atividade Física (ICAF) – que deverá ser um centro de estudos, de caráter dual civil/militar, voltado para o entendimento da performance e do desenvolvimento humano, tanto na área esportiva quanto militar. 

Na Sede Barra, estão disponíveis uma pista de atletismo, um ginásio poliesportivo e três quadras de rugby. O valor da obra foi de R$ 32 mi.

O Centro vai receber atletas de modalidades como voleibol, voleibol sentado, natação e atletismo olímpicos e paralímpicos, pólo aquático, rugby e rugby sobre rodas. Segundo o Comandante da Aeronáutica, passada a Olimpíada, as instalações terão a função de fomentar o esporte no País. “Continuaremos desenvolvendo nossos atletas e teremos condições de fazer acordos com outros órgãos governamentais para envolver as comunidades do entorno dessas novas instalações”, planeja o Tenente-Brigadeiro Rossato.

Responsável por todo o aporte financeiro das obras, o Ministro do Esporte, Leonardo Picciani, explica que se buscou a parceria com as Forças Armadas devido ao seu comprometimento com o esporte e destacou que uma parte considerável da comitiva brasileira é formada por atletas militares: do total de 365 atletas que compõem o Time Brasil, 128 pertencem ao efetivo do Exército, da Marinha e da Aeronáutica. “Outro aspecto importante dessa parceria foi a necessidade de aquisições de materiais no exterior, que é um processo complexo em que as Forças Armadas já possuem experiência”, afirma o Ministro Picciani.

Solenidade – A piscina foi inaugurada por dois ex-atletas de natação. O Coronel Luiz Antonio Nunes Bittencourt, que estreou na Navamaer – competição entre cadetes das três Forças – em 1978 já quebrando recordes; e Luiz Lima, atleta olímpico em 1996 e 2000, foram os primeiros a nadar na nova piscina.

Instalações – O alojamento, de dois andares, tem 142 leitos. No primeiro andar, há oito apartamentos adaptados às necessidades dos atletas paraolímpicos.

A piscina tem dez raias, 2m90cm de profundidade e 50 metros de comprimento. A arquibancada acomoda 450 pessoas. A capacidade da piscina é de 2 milhões e 500 mil litros de água. Ela possui um sistema de filtros que permite que, uma vez cheia, sempre se utilize a mesma água.

A pista de atletismo possui oito raias e, assim como a piscina, atende aos exigentes padrões do Comitê Olímpico Internacional.