NAVAMAER

Integração de cadetes e quebra de recorde no atletismo marcam competições na AFA

Ao longo de uma semana, 600 atletas disputaram 12 modalidades esportivas
Publicado: 15/07/2016 16:00
Imprimir
Fonte: Agência Força Aérea, por Ten Iris Vasconcellos

Sete dias de competições, 12 modalidades esportivas e 600 atletas disputaram medalhas individuais e por equipe. Esse é o balanço da NAVAMAER, competição entre os futuros oficiais das Academias Militares das Forças Armadas Brasileiras, finalizada nesta sexta-feira (15) em Pirassununga (SP).

Disputas emocionantes marcaram as finais dos esportes coletivos. O basquete, vencido pela Escola Naval, teve o primeiro colocado definido por um ponto no último quarto. O placar foi de 48x47.

No futebol, o time da AMAN venceu nos penâltisNo vôlei, a Academia Militar das Agulhas Negras (AMAN) ganhou da Academia da Força Aérea (AFA) por 3 x 1. A AFA venceu o primeiro set impulsionada pela torcida, mas deixou a vitória escapar nos sets seguintes.

Nos esportes individuais, o recorde do atletismo foi um dos momentos mais marcantes. O Aspirante Patrick Silva de Almeida da Escola Naval conseguiu bater o único recorde da competição nos 200m rasos. Ele ultrapassou a marca de 1980 - 21,40 segundos; e atingiu os 21,28 segundos. Segundo o aspirante o nível alto da competição o ajudou na conquista do resultado. "Isso me impulsionou a querer dar o meu melhor e, em função disso, eu consegui bater esse recorde. É uma satisfação muito grande para mim e para todos que trabalharam comigo e viram os sacrifícios pelos quais eu passei", ressaltou.

A FAB se destacou na nataçãoUm fato inusitado ocorreu na esgrima. Houve um empate na modalidade espada por equipes. Todas as três Academias ficaram com o primeiro lugar.

No esporte tipicamente militar, o pentatlo militar, o cadete Renan Czuck da AMAN venceu no masculino e a cadete Jazmin Estefania Perez da AFA venceu no feminino. Seis dias de competição em modalidades, como, lançamento de granada, cross country, pista de obstáculos e natação utilitária deixaram um sentimento de superação nos atletas.

Atletas na linha de tiro na competição do fuzil“O pentatlo é um esporte difícil, cheio de dificuldade e obstáculos que te fazem cresce como pessoa. Então, eu consegui verificar que eu tinha mais do que eu esperava. Eu superei meus limites e é uma satisfação muito grande saber que eu dei o meu melhor”, ressaltou a Cadete Jazmin.

A AFA se destacou no triatlo (conquistou a primeira colocação pelo quarto ano consecutivo), na esgrima e no judô. Mas, segundo o Comandante da AFA, Brigadeiro do Ar Saulo Valadares, a NAVAMAER é mais que uma competição, é a oportunidade de congraçamento entre as Forças. “Essa é uma chance de nós colocarmos em prática uma série de valores, como, coragem e espírito de corpo, que são princípios que nos cultivamos no dia-a-dia. Estou muito orgulhoso da AFA”, ressaltou. 

Veja aqui todos os resultados das competições 

Cerimônia de encerramento – Durante a cerimônia de encerramento da NAVAMAER, o fogo olímpico foi extinto e os cadetes e aspirantes realizaram a volta olímpica para mostrar a integração que ocorreu no período de competição.

A Cadete da AFA Jociele Rezende, atleta da natação, destacou a convivência entre os integrantes das três Forças. “Nós tivemos a oportunidade conhecer um pouquinho mais da rotina deles e trocar experiência. Foi muito legal”, ressaltou.

A próxima edição da NAVAMAER será realizada na Escola Naval em 2017.