MEMÓRIA

Solenidade no RJ recorda vitória de aliados na 2ª Guerra Mundial

Ministro ressaltou importância de reverenciar a memória dos brasileiros que se uniram para defender o Brasil
Publicado: 09/05/2016 14:15
Imprimir
Fonte: III COMAR
Edição: Agência Força Aérea, por Ten Jussara Peccini

Cerimônia alusiva ao Dia da Vitória acontece no RJ  S2 Rosa Cerimônia alusiva ao Dia da Vitória acontece no RJ  S2 RosaO Monumento Nacional aos Mortos da Segunda Guerra Mundial (MNMSGM), no Rio de Janeiro, abrigou no domingo (08/05) solenidade que recordou os 71 anos da vitória dos países aliados na Segunda Guerra Mundial. O Dia da Vitória, como ficou conhecido, foi em 08 de maio de 1945.

A cerimônia militar foi presidida pelo ministro da Defesa, Aldo Rebelo, acompanhado pelos comandantes da Marinha, do Exército e da Aeronáutica. Também estiveram presentes, membros do Alto-Comando das Forças Armadas, autoridades civis e ex-combatentes brasileiros.

Cerimônia alusiva ao Dia da Vitória acontece no RJ  S2 RosaNa Ordem do Dia, o Ministro da Defesa ressaltou a importância de reverenciar a memória dos brasileiros que se uniram para defender o país. “O Brasil esteve presente com 25 mil combatentes selecionados em meio a mais 600 mil jovens brasileiros recrutados para integrar a Força Expedicionária Brasileira. Com sua força terrestre, semeou nos campos da Itália a semente eterna da aspiração dos povos conviverem em nações independentes de comunhão de liberdade entre si e com seus semelhantes”, destacou.

O ministro exultou ainda a contribuição de cada uma das Forças envolvidas naquele conflito. “A nossa gloriosa Força Aérea Brasileira, recém-criada à época, com seu primeiro grupo de Aviação de Caça desenhou nos céus da Europa uma página de heroísmo dos militares brasileiros, que cumpriram, em seguidas missões, o dever patriótico e a expectativa da humanidade de contribuir para combater e derrotar o esforço de Guerra Nazista. O Brasil celebra no dia de hoje, o heroísmo, a competência e o profissionalismo dos seus aviadores eternizados hoje na nossa Força Aérea Brasileira”, destacou.

Cerimônia alusiva ao Dia da Vitória acontece no RJ  S2 RosaDurante a solenidade foram agraciados com a Medalha da Vitória, 289 personalidades civis e militares e 61 ex-combatentes, além de seis instituições militares, dentre essas o Terceiro Comando Aéreo Regional (III COMAR) e o Comando-Geral de Apoio (COMGAP), que contribuem para a difusão dos feitos da Força Expedicionária Brasileira (FEB) e dos combatentes na Segunda Guerra Mundial.

O ministro recebeu do capitão da Força Aérea e ex-combatente, Osias Machado, durante os cumprimentos aos agraciados, o símbolo e grito de guerra do 1º Grupo de Aviação de Caça da FAB. O símbolo foi criado pelo então capitão-aviador, Brigadeiro Fortunato Câmara de Oliveira, Comandante da Esquadrilha Azul. "O emblema tem um avestruz porque é uma ave que consegue sobreviver a tudo. Então, a nossa esperança quando foi criado o Grupo é que nós sobrevivêssemos a tudo, enfrentássemos tudo”, disse o ex-combatente.

Cerimônia alusiva ao Dia da Vitória acontece no RJ  S2 RosaEm um segundo momento da cerimônia, a homenagem foi para os que tombaram em combate. Uma coroa de flores foi colocada no Túmulo do Soldado Desconhecido. Durante a execução do toque de silêncio, um Navio Patrulha da Marinha do Brasil, ancorado na Baía de Guanabara, executou a salva-fúnebre de 15 disparos.

O Pelotão de Cerimonial da Marinha, do Exército e da FAB representaram as Forças Armadas no desfile. Com um desfile, veículos tripulados por veteranos e ex-combatentes encerram a cerimônia militar.