SOCIAL

Base Aérea de Florianópolis amplia em 45% o número de crianças no Forças do Esporte

Judocas do projeto Caravana do Ar, também desenvolvido pela unidade, foram destaque em campeonato catarinense
Publicado: 28/04/2016 09:00
Imprimir
Fonte: BAFL
Edição: Agência Força Aérea, por Ten Jussara Peccini

Abertura Profesp 03  S2 FilhoA Base Aérea de Florianópolis abriu oficialmente neste mês o 11º ano da participação da unidade no Programa Segundo Tempo - Forças no Esporte (PROFESP) na unidade. A cerimônia reuniu as cem crianças da Escola Estadual Tenente Almáchio cadastradas para participar deste ano. Um crescimento de 45% no número de participantes em relação ao ano anterior, quando 69 crianças freqüentaram a unidade militar no contraturno escolar.

“A importância do PROFESP está no investimento social que a BAFL faz nas crianças dos bairros vizinhos. É uma forma de ganhar e garantir a confiança da sociedade local na seriedade do trabalho da Base Aérea e da Força Aérea como um todo”, afirmou o Tenente-Coronel Antonio Ferreira de Lima Júnior, Comandante da Base Aérea de Florianópolis.

O programa do Ministério da Defesa em parceria com os ministérios do Esporte e do Desenvolvimento Social e Combate à Fome visa incentivar a prática esportiva de crianças com fragilidade social. Em 2015, 3,8 mil crianças foram atendidas em 25 unidades da FAB em todo o País.

De acordo com a coordenadora do programa na BAFL, Tenente-Coronel Cláudia Araújo França, além das atividades esportivas (futebol, vôlei, basquete, handball, taco e atletismo), neste ano a unidade também realizará uma gincana, tendo como base as atividades esportivas desenvolvidas nas Olimpíadas.

  Resultados do Caravana do Ar – A Base Aérea de Florianópolis também desenvolve há 70 anos o projeto Caravana do Ar. Iniciado com o intuito de estimular a prática desportiva entre os militares da organização militar, na última década e meia foi remodelado e voltou-se para a formação de “escolhinhas” em diversas modalidades para crianças carentes, tendo como professores voluntários militares e familiares;

Atualmente, o Caravana atende, no período noturno e aos fins de semana, cerca de 150 crianças da faixa etária que vai de cinco a 17 anos. A prática de modalidades de futebol, vôlei, capoeira, jiu-jitsu e judô são desenvolvidas nas dependências da unidade militar e em quadras da Tapera, bairro circunvizinho.

Nesta semana (24/04), a equipe de judô levou 28 atletas ao 3° Campeonato de Judô disputado na cidade catarinense de Porto Belo, e tornou-se bicampeã com 17 primeiros lugares.

Douglas Nascimento, 12 anos, ingressou há um ano ingressou no projeto para praticar judô. O aluno foi campeão na competição e na seletiva catarinense de 2016 na categoria Sub-13, e agora compõe também a seleção catarinense.

Com o tempo quem sabe o aluno destaque pode tornar-se professor. É o que ocorreu com o, hoje, Soldado Guilherme Duarte Alves. Ele iniciou no Caravana do Ar aos 12 anos em 2009 e hoje é um dos professores voluntários da escolinha de Judô.

“As conquistas não se limitam aos troféus e demonstram a seriedade do trabalho dos voluntários em tentar forma atletas e, acima de tudo, bons cidadãos”, afirma o Sargento Reginaldo Wendhausen Fraga, coordenador da escolhinha de judô.