TREINAMENTO

Curso Operacional da Aviação de Caça entra na fase de voo solo

O primeiro aspirante a realizar o voo solo foi Gabriel Boscolo
Publicado: 15/04/2016 09:27
Imprimir
Fonte: SCS 2°/5° GAV
Edição: Agência Força Aérea, por Ten João Elias

ASP BOSCOLO REALIZANDO OS CHEQUES DE VOO  1T VIEIRAOs alunos que estão participando do treinamento para se tornarem piloto de caça começam a executar o voo solo na aeronave A-29 Super Tucano. O Curso de Especialização Operacional da Aviação de Caça (CEO-CA 2016), realizado na Base Aérea de Natal (BANT), é ministrado pelo Esquadrão Joker (2°/5° GAV) a 33 alunos, sendo 31 Aspirantes recém-formados na Academia da Força Aérea (AFA), além de mais dois oficiais das Forças Aéreas Paraguaia e Uruguaia.

O Aspirante a Oficial Gabriel Boscolo realizou o primeiro voo solo nessa quinta-feira (14/04). A decolagem ocorreu às 8h25min. Após o pouso, o jovem piloto foi recepcionado pelo Brigadeiro do Ar Pedro Luís Farcic, Comandante da Primeira Força Aérea, bem como pelos instrutores e estagiários do esquadrão.

“Este voo representa a realização de um sonho que eu tinha desde criança, ainda antes de entrar para a Academia da Força Aérea. Agradeço a Deus, meus pais e à instrução do 2°/5° GAV, pois sem esses três não seria possível cumprir essa missão”, afirma o Aspirante Boscolo.

Para marcar o momento, o Aspirante recebeu do Comandante da I FAE a bolacha do JOKER, ostentada orgulhosamente no peito daqueles que realizam o primeiro voo solo no esquadrão. Após o tradicional banho comemorativo, fez soar o toque do sino localizado na Unidade Aérea, concluindo assim uma dos eventos mais marcantes de sua carreira: o primeiro voo solo de Caça.

“É uma honra muito grande voar esta aeronave de caça com o dobro de potência do T-27, que voei quando na AFA, além de possuir sistemas muito mais complexos. Sem dúvida, a responsabilidade sobre os ombros de um jovem de 22 anos é imensa, porém com dedicação e esforço fui capaz de lograr esse êxito”, ressaltou o aspirante.

Joker - O Esquadrão Joker é subordinado operacionalmente à Primeira Força Aérea (I FAE) e tem como missão especializar novos pilotos na Aviação de Caça para a Força Aérea Brasileira. Ao longo dos seus 62 anos de história, esta Unidade já formou mais de 700 pilotos de caça.

Veja como é a rotina dos pilotos em formação no Esquadrão Joker: