RIO 2016

Aeroporto Santos Dumont funcionará 24 horas durante Jogos Olímpicos

A medida vai aumentar em 34 movimentos diários na aviação comercial e 180 de aviação geral/executiva no aeródromo
Publicado: 28/03/2016 17:15
Imprimir
Fonte: ASCOM DECEA, por Ten Glória Galembeck
Edição: Agência Força Aérea, por Ten Cynthia Fernandes

  Fábio Maciel/ DECEAO horário de funcionamento em tempo integral do Aeroporto Santos Dumont para o período dos Jogos Olímpicos e Paralímpicos Rio 2016 foi apresentado em uma coletiva de imprensa nesta segunda-feira (28/03), no Centro de Gerenciamento da Navegação Aérea (CGNA), no Rio de Janeiro. O anúncio foi feito pelo secretário executivo da Secretaria de Aviação Civil (SAC), Guilherme Ramalho.

O atual horário do aeroporto, que funciona das 6 horas às 23 horas, será ampliado de maneira a permitir voos na madrugada. Entre os dias 3 e 23 de agosto, a aviação regular (comercial) vai operar das 6 horas às 23h59. A aviação geral (executiva e taxis-aéreos) poderá pousar e decolar também na madrugada, entre 23h e 5h59. A ampliação do horário tem como finalidade compensar a suspensão de voos durante as provas de vela na Baía de Guanabara, no período de 8 a 18 de agosto, das 12h40 às 17h10. Nesse período, o aeroporto ficará fechado. A medida, segundo informações da SAC, ocasionará ganho de 34 movimentos diários na aviação comercial e 180 de aviação geral/executiva no Aeroporto Santos Dumont, o que representa, respectivamente, atendimento extra de 4,8 mil passageiros diários e de 4,5 mil movimentos. 

  Fábio Maciel/ DECEA
A partir do mês de junho serão alocados os slots de oito aeroportos para a aviação executiva dentro do novo horário. "A intenção é maximizar o uso do espaço aéreo e continuar a prestar o nosso serviço", avaliou o Chefe do Subdepartamento de Operações (SDOP) do Departamento de Controle do Espaço Aéreo (DECEA), Coronel Aviador Luiz Ricardo de Souza Nascimento.

A coletiva aconteceu na Sala Master de Comando e Controle que, antes e durante os Jogos Rio 2016, irá reunir representantes de órgãos públicos ligados à aviação, ao meio ambiente, relações exteriores, companhias aéreas nacionais, concessionárias de aeroportos e da Associação Internacional de Transporte Aéreo (Iata, na sigla em inglês). A Sala Master será ativada de 20 de julho a 24 de setembro, 24 horas por dia. "O ganho da Sala Master é a celeridade nas decisões que devem ser tomadas, conjuntamente", afirmou o Coronel Luiz Ricardo, que será o coordenador da Sala Master.

O secretário executivo da SAC observou que o trabalho conjunto realizado na Sala Master durante grande eventos, a exemplo do que ocorreu na Copa do Mundo 2014, é realizado cotidianamente na Comissão Nacional de Autoridades Aeroportuárias (CONAERO), que reúne órgãos do governo federal que trabalham diretamente na gestão dos aeroportos do País, entre os quais o Comando da Aeronáutica, por meio do DECEA. "A experiência na Copa do Mundo foi fantástica. A Sala Master nos dá a capacidade de tomar decisões conversando com os colegas ao lado", exemplificou Guilherme Ramalho.

O Vice-Diretor do DECEA, Major-Brigadeiro do Ar Sérgio de Matos Mello, afirmou que o Sistema de Controle de Tráfego Aéreo Brasileiro (SISCEAB) está preparado para o aumento no fluxo aéreo que os Jogos Rio 2016 trarão. "Estamos prontos para receber essa demanda. A formação e o treinamento dos controladores de tráfego aéreo estão sendo realizados para que nada seja novidade durante as Olimpíadas", ressaltou. A capacitação dos controladores de tráfego aéreo é realizada por meio do Programa de Simulação de Movimentos Aéreos (PROSIMA).