SALVAMENTO

Esquadrão Falcão resgata tripulante de navio que estava a 110 Km da costa

O filipino Melchor Angel, que sofria de fortes dores abdominais e no peito, está internado e passa bem
Publicado: 29/12/2015 16:57
Imprimir
Fonte: 1º/8º GAV/ Agência Força Aérea

  Militares do Esquadrão Falcão (1º/8º GAV), operando um helicóptero H-36 Caracal, realizaram, na segunda-feira (28/12), o resgate de um tripulante do cruzeiro Sevens Seas Mariner, com indícios de forte infecção intestinal. O navio estava a 110 quilômetros da costa de São Luis (MA). O funcionário Melchor Caybowen Angel, de origem filipina, sofria dores intensas abdominais e no peito, vômitos e estava impossibilitado de caminhar. A embarcação acionou o Sistema de Busca e Salvamento Brasileiro para realizar a evacuação aeromédica.

O helicóptero decolou da Base Aérea de Belém (BABE) às 8h e retirou o paciente do navio por volta de 11h30min. Chegando ao local, os homens de resgate desceram por cabo de aço até o convés para abordarem a vítima, enquanto a aeronave aguardava em voo próximo à embarcação. Um dos pilotos, Capitão Izan Ribeiro de Alencar, conta que a operação exigiu muito cuidado da tripulação. “Havia muita turbulência, e o equipamento da aeronave mostrava vento de aproximadamente 40 km/h, o que dificultou o resgate", afirma.

Segundo um dos membros da agência ISS Marine, José Sabino de Souza Filho, o resgate aéreo foi primordial para o salvamento da vida da vítima. Ele, que está acompanhando o filipino em uma clínica de São Luis, conta que o paciente deve receber alta ainda nesta terça-feira (29/12) e, nos próximos dias, seguir para Manila, capital filipina, para se recuperar.

Foi a segunda vez nesse mês que o Esquadrão Falcão resgatou vítima em alto-mar.