CAPACITAÇÃO

FAB forma 40 pilotos especialistas em instrução de voo

Piloto da Força Aérea de Moçambique também participou do curso de uma semana em Natal (RN)
Publicado: 07/10/2015 08:00
Imprimir
Fonte: Agência Força Aérea

Ao todo, 39 pilotos de diversas unidades aéreas da Força Aérea Brasileira (FAB) e um piloto da Força Aérea de Moçambique participaram, até a última sexta-feira (02/10), do Curso de Preparação de Instrutores de Voo (CPIV). A capacitação, que durou uma semana, foi realizada pelo Grupo de Instrução Tática e Especializada (GITE), sediado na Base Aérea de Natal (BANT).

O curso tem o objetivo de orientar sobre o papel correto dos instrutores de voo, a relação com o aluno, os valores éticos e morais e, principalmente, noções de segurança e avaliação. A formação é de extrema importância para ser instrutor nos esquadrões da FAB.

A primeira fase do CPIV teve duração de sete semanas com aulas a distância. A etapa presencial incluiu aulas de briefing e debrifieng (reuniões para acertos de detalhes), preenchimento de fichas de voo, ética, noções de psicologia, entre outros, totalizando 120 horas de carga horária total

O Tenente Allan Seixas Júlio, do Esquadrão Phoenix (2º/7º GAV), pretende se dedicar ao próximo passo da carreira, que é ser instrutor de voo da Aviação de Patrulha. “Como vou ser elevado a instrutor de voo, quero que o aluno entenda melhor o passo a passo do voo”, declarou.

Já o Tenente Miguel Manoel Miguel, da Força Aérea de Moçambique, também foi convidado a participar do CPIV e pretende levar o aprendizado adquirido para o país de origem. “Quero implementar as formas de instrução adquiridas, como a importância de fazer o briefing e o debrifieng corretamente”, afirmou o oficial.

De acordo com o Tenente Marcelo de Oliveira Faria, instrutor de Ética em Instrução de Voo, o curso visa promover mais segurança para os instrutores de voo da FAB. “O objetivo é deixar o instrutor de voo e o aluno mais preparados e confortáveis para desempenhar suas funções”, acrescentou.

O encerramento oficial contou com a participação do Comandante da Primeira Força Aérea (I FAE), Brigadeiro do Ar Hudson Potiguara; do Comandante do GITE, Tenente-Coronel Alexandre Salviatto, e demais autoridades.

  GITE - O GITE é uma unidade subordinada à I FAE. É responsável pela realização de cursos de especialização do interesse do Comando-Geral de Operações Aéreas (COMGAR).

No primeiro trimestre do ano, a unidade realiza o Curso de Tática Aérea para os aspirantes recém-chegados da Academia da Força Aérea (AFA), bem como diversos cursos, como guerra eletrônica, defesa antiaérea, enlace em dados táticos, entre outros.

imagens/original/26201/1509281459fei0009_c_andre_feitosa.jpg
imagens/original/26201/1509281470fei0020_c_andre_feitosa.jpg
imagens/original/26201/1509281481fei0031_c_andre_feitosa.jpg