SEGURANÇA DE VOO

Pilotos da aviação agrícola participam de encontros sobre prevenção de acidentes

Escolas de aviação visitadas pelo V SERIPA formam cerca de cem profissionais por ano
Publicado: 29/09/2015 07:53
Imprimir
Fonte: SERIPA V

  Uma equipe do Quinto Serviço Regional de Investigação e Prevenção Acidentes Aeronáuticos (SERIPA V) esteve nos dias 22 e 23 de setembro nas duas maiores escolas de formação de pilotos agrícolas no interior do Rio Grande do Sul. O objetivo foi alertar os novos profissionais para a importância da consciência situacional na atividade aérea, evitando o envolvimento em ocorrências aeronáuticas.

Os encontros aconteceram na Escola de Aviação Santos-Dumont, de Cachoeira do Sul, e no Aeroclube de Carazinho, ambos localizados na região central do Estado. Cada uma das entidades forma, em média, três turmas de pilotos agrícolas por ano, oferecendo cerca de cem profissionais ao mercado de aviação.

De acordo com o chefe do SERIPA V, Tenente-Coronel Aviador Luís Renato Horta de Castro, a equipe buscou orientar sobre recomendações operacionais e de manutenção relacionadas à segurança de voo. “O momento foi bastante oportuno para dialogar com os pilotos recém-formados e apresentar dados e informações atualizadas. É importante trabalhar com o piloto agrícola recém-formado antes que ele siga para a sua primeira safra. Assim, agimos por meio da prevenção”, declarou.

Violações cometidas por pilotos na atividade agrícola, aspectos da legislação, conhecimentos básicos de aerodinâmica, além de fatores relacionados à perda de controle de voo e em solo foram os temas debatidos pelo chefe do SERIPA V. Ainda no contexto da prevenção, o Suboficial André Luis Raimann alertou sobre os cuidados na manutenção e reparos em aeronaves. 

Fatores contribuintes - De acordo com dados do SERIPA V, as investigações de ocorrências aeronáuticas na região Sul indicam que cerca de 60% dos acidentes na operação aeroagrícola acontecem devido a perda de controle em voo, manobra à baixa altura e falha de motor. Tais eventos ocorrem devido a falhas no planejamento de voo, ausência de supervisão, julgamento deficiente do piloto no momento de decisão, além de aspectos psicológicos e de manutenção.

Atualização constante - Anualmente, o SERIPA V promove o Curso de Prevenção de Acidentes Aeronáuticos – Aeroagrícolas (CPAA-AG), que tem por finalidade formar novos elementos para atuar na área da prevenção. São duas semanas de palestras sobre diversos temas de interesse da segurança operacional da aviação agrícola, que inclui conhecimentos sobre as normas do Sistema de Investigação e Prevenção de Acidentes Aeronáuticos (SIPAER).