DEFESA NACIONAL

Academia da Força Aérea sedia congresso para universitários de todo o País

Proteção de fronteiras, base industrial e relações internacionais estão entre as questões debatidas
Publicado: 17/09/2015 17:37
Imprimir
Fonte: Academia da Força Aérea

  Pode não parecer, mas o assunto defesa nacional envolve todos os brasileiros. O que estamos fazendo para proteger nossas fronteiras, como está o desenvolvimento de nossa indústria de defesa e quais os reflexos dos acontecimentos internacionais no Brasil? Estes e outros temas são a base de discussão de 260 universitários de todo o País que estão reunidos até esta sexta-feira (18/09) na Academia da Força Aérea (AFA) em Pirassununga, interior de São Paulo, para o XII Congresso sobre Defesa Nacional.

Durante os cinco dias, os congressistas participam de painéis e assistem a palestras ministradas por pesquisadores e militares com os mais diferentes enfoques sobre a defesa nacional. A transferência de tecnologia, a necessidade da popularização dos temas ligados à defesa na sociedade, bem como a ampliação de ações conjuntas pelas Forças Armadas e instituições governamentais são alguns dos temas tratados.

A videoconferência, realizada na quarta-feira (16/09), com o Comandante da Missão de Estabilização das Nações Unidas na República Democrática do Congo (MONUSCO), General de Divisão Alberto Santos Cruz, foi um dos destaques desta edição do evento. O oficial-general brasileiro está à frente da missão da ONU no país africano desde maio de 2013.

Experiência - Para a estudante de Direito da Universidade FUMEC (MG), Amanda Ferreira Halle Najmda, a experiência serviu para desmistificar um pouco do que acontece em um combate real. “Ele foi muito realista e franco em nos contar como é a realidade, o que acontece, o relacionamento com as outras tropas que estão lá", afirmou ao comentar a videoconferência. "Saímos do nosso mundo, das nossas preocupações, e começamos a olhar para o outro, que é a preocupação das Forças Armadas”, avalia a estudante.

Representando o curso de Direito da Universidade Federal de Tocantins pela terceira vez, a professora Graziela Tavares de Souza Reis acre  dita que esta é uma oportunidade para conhecer a realidade militar. "É uma experiência rica. É muito bom saber que nosso país é bem pensado, bem cuidado pela Defesa”. Para ela, esta também é uma oportunidade de conhecer sobre a formação militar. “Sinto muito entusiasmo em ver os jovens militares com uma formação completa, tanto linguística, como de ciências exatas e humanas; além de uma visão política avançada”, ressalta.

Para os militares esta também é uma oportunidade para interagir com outros pesquisadores. “Esse encontro também possibilita aos cadetes, futuros oficiais das Forças Armadas, ampliar a visão sobre o tema Defesa Nacional”, ressalta o Coronel Josoe dos Santos Lubas, Chefe da Divisão de Ensino da AFA.

Saiba mais - O congresso é uma atividade de cunho educacional promovida pelo Ministério da Defesa, por meio da Secretaria de Pessoal, Ensino, Saúde e Desporto (SEPESD), em parceria com as principais escolas de formação de oficiais das Forças Armadas: Escola Naval (EN), Academia Militar das Agulhas Negras (AMAN) e Academia da Força Aérea (AFA).