OPERACIONAL

Infraero apoia realização do exercício binacional entre Brasil e Peru

Aeroporto civil recebe aeronaves militares da Força Aérea Brasileira
Publicado: 26/08/2015 16:21
Imprimir
Fonte: Agência Força Aérea

  Tenente Humberto/Agência Força AéreaCom uma pista de pouso de 2.400 metros de comprimento e um pátio para estacionamento para até 11 aeronaves, o Aeroporto de Cruzeiro do Sul (AC) foi selecionado como base de operações da Força Aérea Brasileira (FAB) para o exercício PERBRA 2015, realizado com o Peru. Administrado pela Infraero, o aeroporto conta com infraestrutura necessária para receber aeronaves comerciais e, durante essa semana, está cheio de aviões e helicópteros militares.

O movimento aéreo, contudo, não atrapalha o trânsito de aeronaves civis. "Foi tudo muito bem planejado", afirma o superintendente do aeroporto, Carlos Augusto Santos de Andrade. Há meses a FAB iniciou o planejamento de como realizar a PERBRA sem interromper as atividades da aviação civil, incluindo a operação diária de um Boeing 737 por uma empresa aérea.

  Tenente Humberto/Agência Força AéreaDe acordo com o superintendente, o transporte aéreo é fundamental nesta parte do País. "O avião salva vidas por aqui", revela. Segundo ele, o aeroporto normalmente opera 12 horas por dia, mas sempre há voos extras de transporte de enfermos ou outras ocorrências urgentes. "A gente quase diariamente tem prorrogação de horários", conta.

Inaugurado em 1970, o aeroporto é administrado pela Infraero desde 1980 e já tem histórico de outras parcerias com as Forças Armadas, como durante a realização das edições anteriores do exercício PERBRA. "O Exército também é muito presente aqui", conta Carlos Augusto Santos de Andrade.