TECNOLOGIA

Simulador dos helicópteros H225 e H225M será inaugurado nesta sexta (21) no RJ

Equipamento que vai treinar os pilotos das Forças Armadas é resultado do contrato de offset
Publicado: 20/08/2015 14:45
Imprimir
Fonte: Agência Força Aérea

  Helibras/DivulgaçãoO simulador dos helicópteros H225 e H225M, nomenclaturas que se referem, respectivamente, às versões civil e militar da aeronave, será inaugurado nesta sexta-feira (21/08) no Recreio dos Bandeirantes, no Rio de Janeiro (RJ).

Por meio do Projeto H-XBR, firmado entre o Ministério da Defesa e o consórcio formado pelas empresas Helibras e Airbus Helicopters, serão adquiridas 50 aeronaves H225M para as Forças Armadas brasileiras e para a Presidência da República. A
Força Aérea Brasileira (FAB), já recebeu seis dos 18 helicópteros previstos. Na Aeronáutica, eles foram nomeados de H-36 Caracal e estão operando no Esquadrão Falcão (1º/8º GAV), em Belém (PA).  Juntas, todas as aeronaves em operação no Brasil já completaram mais de 10 mil horas de voo.

A partir de agora, pilotos militares e de offshore, que fazem voos da costa para pontos específicos como ilhas e plataformas de petróleo, ganham uma oportunidade de treinamento aqui no Brasil. Até então a formação era realizada na França e na Inglaterra, onde estão os dois simuladores destes modelos de helicóptero.

Segundo explica o Major Sérgio Paiva, gerente adjunto do Projeto H-XBR, o simulador é um dos mais de 20 projetos de offset que estão sendo gerenciados pela Comissão Coordenadora do Programa Aeronave de Combate (COPAC). O offset é um conjunto de contrapartidas, no valor do contrato firmado, que prevê responsabilidades ao vendedor, no sentido de retribuir o dinheiro gasto na transação por meio de investimentos diretos ou indiretos. A transferência de tecnologia foi anunciada em 2009.

  Sargento Johnson
“No caso do H-XBR, além do simulador, há projetos de transferência de tecnologia que capacitam brasileiros. A empresa Toyomatic, por exemplo, teve a possibilidade de capacitar seu corpo de engenheiros no exterior para aprenderem a desenvolver o punho da pá do H-36 Caracal, uma peça essencial no funcionamento do helicóptero. Com essa capacitação de recursos humanos, a peça é fabricada integralmente aqui”, afirma o major.

A FAB está prestes a receber a versão operacional do H-36 Caracal, que será capaz de realizar o procedimento de reabastecimento em voo (REVO). Poucos países no mundo possuem helicópteros com essa capacidade.
Ainda em 2014, o Esquadrão Falcão realizou treinamento de tiro lateral.

Simulador

Segundo a Helibras, o simulador é do tipo Full Flight Simulator, ou seja, confere uma dimensão mais realística ao treinamento. O equipamento é capaz, inclusive, de simular situações específicas, como voos com óculos de visão noturna (NVG) e com imageador térmico infravermelho (FLIR).

“Esse será mais um apoio da rede mundial de treinamento da Airbus Helicopters para atender às demandas de operadores militares e civis, brasileiros e estrangeiros, sobretudo das Forças Armadas e do mercado de petróleo”, afirma o Presidente da Helibras, Eduardo Marson.

Conheça um pouco do helicóptero da Airbus Helicopters: