OPERACIONAL

Esquadrão Falcão realiza instruções sobre técnicas de infiltração em combate

Os alunos são militares da Marinha e do Exército e tiveram treinamento de rapel e fast rope
Publicado: 12/04/2015 07:00
Imprimir
Fonte: 1°/8° GAV

O Esquadrão Falcão (1º/8°GAV), sediado em Descida de Fast Rope  Ten TakeoBelém (PA), realizou instruções entre os dias 06 e 08 de abril para 30 militares da Marinha do Brasil e do Exército Brasileiro sobre técnicas de infiltração de tropa em cenários de combate. O exercício ocorreu na Base Aérea de Belém (BABE) e integrou o Curso Expedito de Operações Ribeirinhas, conduzido pelo Grupamento de Fuzileiros Navais da cidade.

Os instrutores da equipe de resgate do Esquadrão Falcão capacitaram os alunos em técnicas de Rapel e Fast Rope no helicóptero H-36 Caracal. Os ensinamentos são sobre infiltração de tropa por meio de cordas onde não há local para pouso. “O Rapel costuma ser realizado quando não há a disponibilidade de guincho, e a descida é controlada com o auxílio de equipamentos que ficam presos ao corpo do combatente. Já o Fast Rope é executado quando existe a necessidade de infiltrar os combatentes no menor tempo possível de exposição do helicóptero, em que os militares descem pela corda utilizando apenas braços e pernas”, explica o Tenente Leir de Oliveira Gomes, piloto e homem de resgate do Falcão.

O cursoDescendo de rapel  Ten Takeo

Durante 45 dias, os militares recebem instruções para operações especiais em regiões fluviais na Amazônia Oriental. Segundo o coordenador, Capitão Tenente Fuzileiro Naval Luciano Ferreira dos Santos, na fase técnica, os exercícios com o helicóptero da Força Aérea Brasileira complementam as instruções de operações aéreas e métodos de infiltração. “É o início da semana de planejamento e missões, em que os alunos colocam em prática os conhecimentos técnicos adquiridos nas semanas anteriores”, ressalta.