ESPORTE

Contagem regressiva: faltam 500 dias para as Olimpíadas

A FAB investe em atletas para fortalecer a presença brasileira no pódio
Publicado: 24/03/2015 16:48
Imprimir
Fonte: Agência Força Aérea

  A data de hoje, 23 de março, marca o início da contagem regressiva de 500 dias para o início dos Jogos Olímpicos de 2016, que serão realizados no Rio de Janeiro entre 5 e 21 de agosto do próximo ano.

A Força Aérea Brasileira vem investindo na incorporação e treinamento de atletas de alto rendimento, em diversas modalidades, com o intuito de aumentar a participação brasileira no pódio. Entre militares de carreira e sargentos convocados, a FAB possui cerca de 200 atletas que estão participando de seletivas nacionais e internacionais, na busca de uma vaga nas Olimpíadas.

Segundo o Vice-Presidente da Comissão de Desportos da Aeronáutica (CDA), unidade responsável pelos atletas, Coronel Ronaldo Rocha, a organização está se adaptando para se transformar em um centro de treinamento durante as Olimpíadas. "Aqui na Universidade da Força Aérea (UNIFA), receberemos equipes de atletismo, voleibol e natação para treinarem durante os jogos. Estamos construindo alojamento para os atletas, quadra poliesportiva, um instituto de pesquisa da atividade física e piscina olímpica coberta. A organização está um verdadeiro canteiro de obras", explica o Coronel Rocha. A CDA também montou uma equipe multidisciplinar, composta de fisioterapeutas, educadores físicos, psicólogos e nutricionistas para dar apoio ao treinamento dos atletas militares da FAB.

Promessas da FAB:

Confira abaixo algumas das modalidades esportivas que podem ter a participação de atletas da FAB.

Tiro esportivo: Medalhista por duas vezes no Campeonato Mundial de Tiro Esportivo e três vezes nos Jogos Pan-Americanos, o Coronel Aviador Julio Almeida começou a praticar tiro quando era calouro do 1º ano da Academia da Força Aérea e hoje tem chance de representar o Brasil nos Jogos Olímpicos de 2016.

Desde o último dia 18, o atirador está em Dortmund, na Alemanha, participando de um torneio internacional e, em abril, estará em Changwon, na Coreia do Sul, na Copa do Mundo – que vale para pontuar no ranking mundial.

Triatlo: No ranking brasileiro de triatlo estão nove sargentos da FAB, sendo sete homens e duas mulheres. No masculino, a primeira posição é do Sargento Diogo Sclebin, que já competiu nas Olimpíadas de Londres, em 2012 e, se mantiver seu desempenho até 31 de maio de 2016, vai representar a FAB e o Brasil nas Olimpíadas.

A corrida pela representação, que se iniciou em junho de 2014, tem duração de 24 meses e, neste período, os atletas que se mantiverem entre os 55 melhores do mundo irão para os Jogos Olímpicos. Hoje, o Sargento ocupa a 21ª posição nesse ranking. Desde o último dia 15, ele está na Oceania, onde participa de importantes competições na Nova Zelândia e Austrália.

Maratona: "Participar de uma olimpíada é o sonho de todo atleta. Pessoalmente, é questão de honra mesmo”, afirma a Sargento Roselaine Sousa Ramos Benites, que está focada em sua preparação. Na última competição em que participou, a atleta conquistou o 5º lugar na IX Meia Maratona Internacional de São Paulo, quando correu 21,097km em 1h 20min 28s.

A sargento, que corre aproximadamente 30km por dia em seu treinamento, viaja para o Chile, em abril, para participar da Maratona Internacional de Santiago.

Badminton: Dos 11 atletas que compõem a Seleção Brasileira de Badminton, dez deles são militares da FAB. Pelo fato de o Brasil ser sede das próximas Olimpíadas, duas vagas estão garantidas: uma na categoria simples masculina, em que o representante será o Sargento Daniel Paiola, e outra na categoria simples feminina, que está ocupada pela Sargento Fabiana da Silva. 

A equipe continua na luta para pontuar no ranking internacional e angariar vagas para dupla feminina e dupla mista. O próximo desafio é em Lima, no Peru International Challenge, entre 22 e 26 de abril.