METEOROLOGIA

Aeronáutica lança nova versão do REDEMET

O serviço fornece dados meteorológicos para a aviação civil e militar
Publicado: 23/03/2015 17:42
Imprimir
Fonte: DECEA

Grupo de Trabalho reunido para acertar os últimos   Fábio MacielO Departamento de Controle do Espaço Aéreo (DECEA) lançou hoje a nova versão da REDEMET - a Rede de Meteorologia, o canal utilizado pelo órgão para fornecer dados meteorológicos para a aviação civil e militar. O objetivo é oferecer acesso rápido, eficiente e seguro. O lançamento ocorre no Dia Mundial da Meteorologia, celebrado em 23 de março. O site pode ser acessado por computadores, smartphones e tablets.

 Acesse o site

Da versão no ar desde 2002 serão mantidos serviços, como Cartas Auxiliares, Cartas de Vento, Cartas SIGWX, Imagens de Satélite, Meteograma, Plotagem de METAR, Prognóstico On-Line, Radares Meteorológicos e Tempo nos Aeródromos. A grande mudança será a utilização de novos recursos gráficos. O principal é o georreferenciamento, recurso que facilita a localização dos produtos em mapas meteorológicos para a identificação de fenômenos que influenciam as atividades de navegação aérea.

“As atualizações dos produtos acontecem em tempo real: imagens, mensagens para o usuário, figuras, cartas. Teremos mais interatividade, maior diversidade de produtos, novo layout, apresentação mais dinâmica e de fácil manipulação”, explicou o Major Carlos Roberto Henriques, da seção de Coordenação e Controle de Meteorologia Aeronáutica, que fez parte do grupo de trabalho para reformulação e modernização do site.

REDEMET  Fábio MacielOs produtos serão classificados por cores e plotados no mapa georreferenciado, com informações relativas à meteorologia aeronáutica. Com visual mais interativo, já na tela de abertura, o usuário acessa os produtos em camadas integradas de imagens de radares, satélites, modelagem numérica, condições meteorológicas, plotagens do SIGMET – mensagem em linguagem abreviada, expedida por um Centro Meteorológico de Vigilância (CMV), sobre fenômenos observados ou previstos em rotas que possam afetar as aeronaves em voo acima do FL100 – e das Regiões de Informação de Voo (FIR).

Na opção Autoatendimento será gerada a documentação necessária para o planejamento do voo, com informações meteorológicas para a sua execução. Em Ferramenta de Monitoramento é feita a integração das mensagens meteorológicas não regulares de forma gráfica, o que permitirá a vigilância contínua das condições meteorológicas nos aeródromos e no espaço aéreo. O Integrador de Produtos apresenta produtos em camadas georreferenciadas. O SIGMET Gráfico aparecerá em forma de mapa georrefenciado. Por fim, o Mosaico dos Radares Meteorológicos poderá gerar a visualização em mapa georreferenciado, com recursos de visualização de vários produtos.

“Estamos adaptando novas funcionalidades pelo uso de tecnologias que o site anterior não dispunha. Quando a informação é georreferenciada, o usuário é direcionado para a posição onde está acontecendo o fenômeno no mapa. Ele pode, ainda, aumentar a imagem com um zoom e interpolar pontos”, finaliza o Major Henriques.