DEFESA QUÍMICA

FAB prepara tripulações e equipes de saúde para Olimpíadas de 2016

Curso que segue protocolo de ações da OTAN encerra na sexta-feira (12/12)
Publicado: 11/12/2014 14:52
Imprimir
Fonte: Agência Força Aérea

  IMAEO curso de defesa biológica, química, radiológica e nuclear (DBQRN) realizado pelo Instituto de Medicina Aeroespacial (IMAE), no Rio de Janeiro, está preparando tripulações e equipes de saúde da Força Aérea Brasileira (FAB) para atuarem nas Olimpíadas de 2016. O grupo é formado por 30 militares da FAB e inclui militares da Marinha e do Exército.

As tripulações do helicóptero H-34 Super Puma, do C-130 Hércules, além das equipes de pronta-resposta dos grupos de controle e médico do Hospital de Aeronáutica do Galeão (HFAG) e do IMAE são treinados para identificar os níveis de ameaça, conhecer métodos de proteção e descontaminação, além do transporte de vítimas de maneira segura, de acordo com as regras preconizadas pela Organização do Tratado do Atlântico Norte (OTAN).

De acordo com o Coordenador do curso e Chefe da Subdivisão de Saúde Operacional do IMAE, Major médico Dalton Munis Santos, a preparação conjunta das equipes é fundamental. “Os militares que atuarão no evento já estão treinando juntos desde já”, afirma. Ouça entrevista: