ENSINO

Centro de Lançamento de Alcântara forma primeira turma de oficiais

Publicado: 10/10/2014 11:55
Imprimir
Fonte: CLA

A partir de agora, profissionais integram efetivo do CLA  CLAO Centro de Lançamento de Alcântara (CLA) realizou na quarta-feira (8/10) a cerimônia militar de encerramento da primeira fase do Estágio de Adaptação Técnico (EAT) com a formação de 11 novos Aspirantes-a-Oficial da Força Aérea Brasileira (FAB). A solenidade foi presidida pelo Coronel Engenheiro César Demétrio Santos, Diretor do CLA. Amigos e familiares dos formandos acompanharam a cerimônia realizada em Alcântara. Esta foi a primeira turma de oficiais formada totalmente nas dependências da organização militar da FAB localizada no Maranhão.

Durante a cerimônia os Aspirantes-a-Oficial realizaram o compromisso diante da Bandeira Nacional, assumindo os deveres de Oficial e de servir à pátria. A Aspirante-a-Oficial Analista de Sistemas Ariadne Silva Ruy, primeira colocada da turma Guarás, e a Aspirante-a-Oficial Administradora Roberta Nilza de Carvalho Rabelo, eleita estagiária padrão, foram agraciadas com placas de homenagem entregues pelo Coronel Demétrio.
Os novos Oficiais receberam dos amigos e familiares as platinas de posto.

Em discurso, o Diretor do CLA, destacou o desafio enfrentado pelo Centro pela primeira vez na formação de Oficiais para a FAB e lembrou a importância de cada integrante do CLA no cumprimento das atividades da organização militar da FAB, responsável pelo lançamento e rastreio de engenhos aeroespaciais.

Oportunidade - Após a solenidade, os amigos e familiares tiveram oportunidade de conhecer as instalações do CLA. No Setor de Preparação e Lançamento, eles conheceram o Centro de Controle Avançado, local a partir do qual são monitoradas as atividades de preparação, integração e transporte até o lançador dos foguetes operados pelo Centro. Conheceram também a Torre Móvel de Integração (TMI), a plataforma de operação do Veículo Lançador de Satélite (VLS), engenho aeroespacial para satelitização. Conheceram ainda os Foguetes de Treinamento Básico e Intermediário lançados em Alcântara com o objetivo de testar equipamentos utilizados nas campanhas de lançamentos e manter as equipes operacionais.

O Estágio de Adaptação Técnico (EAT) ocorre simultaneamente em outras unidades da FAB com o objetivo de formar oficiais temporários. Após seis meses, os aspirantes são promovidos ao posto de Segundo-Tenente. Os profissionais podem permanecer na FAB por até oito anos, prorrogável por mais um ano, conforme o interesse individual e a critério do Comando da Aeronáutica. A seleção para realização de oficiais nesta modalidade ocorre de maneira regionalizada nos sete Comandos Aéreos Regionais (COMAR) e em organizações de jurisdição de cada COMAR.

imagens/original/22967/dsc_0312.jpg