ELEIÇÕES 2014

Helicópteros da FAB levam urnas às comunidades da fronteira com Peru

Cerca de cinco mil eleitores de aldeias, seringais e comunidades rurais moram nas 42 localidades distantes e de difícil acesso no Acre
Publicado: 03/10/2014 11:27
Imprimir
Fonte: Agência Força Aérea

A  João Evangelistas comunidades de Foz do Breu e Aldeia Cruzeirinho, localizadas na fronteira do Brasil com o Peru, receberam as urnas eletrônicas por meio dos helicópteros da Força Aérea Brasileira (FAB) nesta quinta-feira (02/10). As localidades ribeirinhas são as mais distantes no ocidente brasileiro no Estado do Acre e de difícil acesso. Para se ter uma ideia, a cidade mais próxima, Marechal Tamaturgo, fica a dez horas de barco.

Não há como medir a distância por terra. Não há estradas. São comunidades bastante distantes. É raro os moradores saírem até os centros urbanos”, explica o Diretor-Geral do Tribunal Regional Eleitoral do Acre, Carlos Venícius.

No total, o Acre possui 101 localidades de difícil acesso. Urnas e mesários serão transportados pela Força Aérea Brasileira para 42 sessões eleitorais situadas em aldeias, seringais e comunidades rurais nos municípios de Manoel Urbano, Santa Rosa do Purus, Tarauacá, Assis Brasil, Cruzeiro do Sul, Porto Walter e Rodrigues Alves. As localidades atendidas pela FAB possuem aproximadamente cinco mil eleitores.

Caso não houvesse o apoio aéreo, seria muito difícil de levar as urnas às comunidades. Os rios são a principal via de transporte na região. Nesta época, a maior parte deles está abaixo do nível normal ou seco, tornando a navegabilidade ruim, arriscada ou impraticável. “Os moradores teriam que ir até as cidades e muitos não têm essa possibilidade”, explica o diretor.

No Amapá, o helicóptero H-36 Caracal levou as urnas até as localidades de Sucuriju e São Miguel do Flexal.

Operação - A operação logística para fazer os equipamentos e profissionais da justiça eleitoral chegarem até o local é complexa. O helicóptero H-60 Black Hawk, operado pelo Esquadrão Harpia (7º/8º GAV), saiu na terça-feira (30/09) de Manaus com destino a cidade acreana de Cruzeiro do Sul. No local funcionará uma base de apoio. De lá, o trajeto até as aldeias, seringais e comunidades rurais incluiu uma parada para reabastecimento em Taruacá. O combustível foi retirado da asa de um avião C-105 Amazonas.

Nas eleições de 2014, a FAB emprega três helicópteros diretamente no apoio logístico para a distribuição de urnas nos estados do Acre e Amapá. As urnas são transportadas pelas aeronaves H-36 Caracal operadas pelo Esquadrão Falcão (1º/8º GAV), sediado em Belém (PA), e H-60 Black Hawk empregada pelo Esquadrão Harpia (7º/8º GAV), sediado em Manaus (AM).