OPERACIONAL

Termina exercício operacional Transportex 2014

Foram mais de 600 decolagens no evento que treinou novas técnicas da aviação de transporte da FAB
Publicado: 26/08/2014 13:42
Imprimir
Fonte: Agência Força Aérea

C-105 se prepara para missão noturna  Sargento Batista/ Agência Força AéreaDuas semanas de exercício e mais de 600 decolagens para treinar e aperfeiçoar as técnicas utilizadas pelos esquadrões de transporte da Força Aérea Brasileira (FAB). A Transportex 2014 reuniu de 11 a 26 de agosto, na Base Aérea de Campo Grande, cerca de 600 militares e 17 aeronaves. O evento foi marcado pelo emprego de novas táticas da aviação de transporte no cenário da guerra moderna.

Dentre as novidades foram feitos lançamentos rasantes de material, realizados de um a três metros de altura, lançamentos de material pesado com uso de óculos de visão noturna (NVG), simulação de ambiente hostil com ameaças no ar e no solo e emprego do sistema de autodefesa das aeronaves C-130 e C-105. “Essa Transportex representa um marco com o treinamento de novas técnicas e a reedição de nossa doutrina”, afirma o Brigadeiro do Ar Roger Robson Roger Garcia Tavares de Melo, comandante da Quinta Força Aérea (V FAE).

Como parte da atualização doutrinária, foram realizadas palestras sobre o KC-390, evacuação aeromédica, instruções de tiro e busca e salvamento em combate, conhecido com CSAR. “Conseguimos alcançar com a Transportex todas as metas previstas, as atividades realizadas superaram as expectativas”, afirma o Chefe o Estado Maior da V FAE, Coronel Alexandre Pinto Sampaio. Engenheiros da Embraer também participaram do exercício para aperfeiçoar a nova aeronave de transporte da FAB.

O exercício operacional reuniu não só os esquadrões de transporte, mas também esquadrões de caça, helicóptero, reconhecimento e defesa antiaérea. Militares do Exército participaram de saltos noturnos operacionais a grandes altitudes e trabalharam no preparo e lançamento de material. O treinamento dos esquadrões permite que a aviação de transporte atue em missões internacionais. “Foi a minha primeira participação na Transportex, pude aprender muitas coisas novas que servem para meu aperfeiçoamento profissional e adquirir experiência”, conta o Tenente Warlley dos Santos Rodrigues, piloto da aeronave C-105 Amazonas, do Esquadrão Arara.