ANIVERSÁRIO

III Força Aérea celebra 23 anos e mostra projetos para o futuro

Responsável pelas aviações de caça e reconhecimento, a FAE vive momento de renovação de aeronaves
Publicado: 05/08/2014 16:27
Imprimir
Fonte: Agência Força Aérea

Durante a solenidade foi entregue a Medalha Militar  Cb V.Santos/Agência Força AéreaA Terceira Força Aérea (III FAE), unidade responsável pelas aviações de caça e reconhecimento da FAB, celebrou 23 anos nesta terça-feira (05/08) em cerimônia militar realizada em Brasília. O evento, presidido pelo comandante do Comando-Geral de Operações Aéreas (COMGAR), Tenente-Brigadeiro do Ar Nivaldo Luiz Rossato, contou com a presença de autoridades civis e militares.

Durante a solenidade, foram entregues a militares as homenagens de Graduado e Praça Padrão, Menção Destaque Operacional ouro e prata e Medalha Militar por bons serviços prestados.

Sob o Comando da III FAE, estão 13 Unidades Aéreas de emprego aeroestratégico, operações aerotáticas e defesa aérea, que vivem um momento de renovação das aeronaves disponíveis. Uma delas, é a aquisição dos caças Gripen NG e para receber as aeronaves a III FAE está em fase de mudança e readequações. “O nosso grande projeto é preparar a estrutura para receber a aeronave que foi escolhida. Além disso, temos que preparar nosso pessoal, pois será um salto tecnológico significativo, já estamos em processo de mudança de doutrina”, revela o Comandante da III FAE, Brigadeiro do Ar Mário Luís Da Silva Jordão.

Ainda na aviação de caça, as aeronaves F-5 e A-1 estão em fase de modernização. Na aviação de reconhecimento, a Unidade também tem novidades com a incorporação da nova aeronave remotamente pilotada, RQ-900 e a modernização do E-99, ambos utilizados durante a Copa do Mundo. Para receber essas modernizações e novas aeronaves, a III FAE gerencia juntamente com o COMGAR a integração com outras unidades da FAB, para atender às necessidades dos setores envolvidos.

“Todo esse preparo que nós fazemos é para dar condição para que todas as aeronaves estejam prontas para decolarem e defender nosso espaço aéreo e território. Nós temos um trabalho silencioso, as unidades aéreas da III FAE guarnecem os alertas de defesa aéreo espalhados por todo Brasil e estão sempre prontas a atuarem em prol da população brasileira”, finaliza o Brigadeiro do Ar Jordão.

Assunto(s): ,