INTERCÂMBIO

Militares britânicos conhecem unidades de infantaria da FAB no Sul

Publicado: 13/06/2014 15:20
Imprimir
Fonte: BACO

OBritânicos conheceram simulador do míssel Igla-S  BACO Batalhão de Infantaria da Aeronáutica Especial de Canoas (BINFAE-CO) e o 1º Grupo de Artilharia Antiaérea de Autodefesa (1º GAAAD), sediados no Rio Grande do Sul, receberam uma comitiva de oficiais do Royal Air Force Regiment, unidade de infantaria da Real Força Aérea Britânica, no final do mês de maio.

Os estrangeiros assistiram explanações sobre o papel da infantaria da aeronáutica na segurança e defesa das instalações e seu papel no contingente brasileiro na Missão das Nações Unidas para a Estabilização no Haiti (MINUSTAH).

A comitiva também conheceu as instalações das unidades de infantaria, sediadas na Base Aérea de Canoas (BACO). No BINFAE-CO, acompanharam uma apresentação técnica do pelotão de cães de guerra, conheceram os equipamentos utilizados pelo grupo de atiradores (sniper),  o Grupo Especial de Polícia de Aeronáutica e os equipamentos utilizados pela Companhia de Contraincêndio nas ações de segurança e prevenção de acidentes no aeródromo.

Já no 1º GAAAD, além da visita às instalações, participaram de uma demonstração do simulador de tiro do Sistema Igla-S, utilizado no treinamento das equipes de atiradores.

Saiba mais - O Royal Air Force Regiment foi criado em plena Segunda Guerra Mundial, por ato real do Rei George VI. O regimento tinha o propósito de prover a defesa aproximada dos Aeródromos da Real Força Aérea contra os ataques rápidos e de surpresa da Força Aérea Alemã (Luftwaffe).