RESGATE

Soldado do Centro de Lançamento de Alcântara é socorrido por helicóptero da FAB

Militar sofreu duas fraturas em acidente de motocicleta próximo às instalações do centro e seguiu para São Luís
Publicado: 13/05/2014 15:48
Imprimir
Fonte: CLA

O Soldado Marcony Cardoso Soldado do CLA sendo resgatado  2º Ten Huxley - CLASilva, 20 anos, do efetivo do Centro de Lançamento de Alcântara (CLA), localizado no Maranhão, foi socorrido nesta sexta-feira (09/05) em Evacuação Aeromédica realizada pelo helicóptero H-36 do Esquadrão Falcão (1º/8º GAV), sediado na Base Aérea de Belém. O militar sofreu um acidente de motocicleta próximo às instalações do centro e por ter apresentado complicações médicas, foi transferido para São Luís.

O resgate também envolveu as equipes médicas da Organização Militar da Força Aérea Brasileira (FAB) no Maranhão. Logo após o incidente, o militar recebeu os primeiros cuidados médicos dos profissionais de saúde do CLA e em seguida, foi feita a evacuação médica. Segundo o Aspirante Médico Paulo Renan Matos, o militar sofreu fratura exposta na perna direita e outra fratura no punho direto. ”Caso ele não fosse atendido rapidamente poderia ter apresentado quadro de infecção e de sangramento. Também houve a necessidade de intervenção cirúrgica. Ao prestar o apoio ao militar, eu percebi a importância do trabalho em equipe nesse tipo de atendimento, desde a equipe médica até a tripulação da aeronave”, explicou o médico.

O Soldado Marcony ao chegar a São Luís, foi encaminhado ao Hospital dos Guarás, onde passou por cirurgia. Após o procedimento cirúrgico ele passa bem e aguarda alta hospitalar.

EVAM
Com certa frequência, o CLA realiza as EVAMs, as chamadas Evacuações Aeromédicas, em atendimento a servidores civis e militares do Comando da Aeronáutica, e as Missões de Misericódia (MMI), quando é prestado apoio à população civil. Devido à distância de 22 quilômetros entre Alcântara e São Luís, municípios separados pela Baía de São Marcos, o transporte aéreo é o meio mais eficiente para realizar remoções até a capital maranhense.

“Nesse tipo de situação em que há o agravamento do quadro clínico de acidentados, gestantes e enfermos, as aeronaves e suas tripulações bem como as equipes médicas da Força Aérea Brasileira é que possibilitam uma chance real de sobrevida e um rápido transporte até São Luís. Assim, percebemos a relevância do nosso papel enquanto Forças Armadas no apoio às comunidades não somente em Alcântara, mas também nos mais distantes rincões do país”, finalizou o Coronel Engenheiro César Demétrio Santos, Diretor do CLA.