EXPERIÊNCIA

Astronauta da NASA visita a Academia da Força Aérea e ministra palestra aos cadetes

Brigadeiro Charles Duke foi o décimo homem a pisar na Lua pelo programa Apollo
Publicado: 29/04/2014 09:35
Imprimir
Fonte: AFA

Brig. Charles Duke ministra palestra aos cadetes  Cb. Diego/AFACinco missões Apollo, uma viagem à Lua na missão e 40 anos de experiência reunidos no Brigadeiro Charles Duke, militar reformado da Força Aérea dos Estados Unidos (USAF) e astronauta da NASA no programa Apollo nas décadas de 1960 e 1970. Em visita à Academia da Força Aérea (AFA) no dia 25 de abril, o Comando da AFA, o seu efetivo e o Corpo de Cadetes da Aeronáutica (CCAer) tiveram a oportunidade de ouvir sua experiência em palestra ministrada à cerca de oitocentos militares e civis.

Para o Comandante da Academia, Brigadeiro do Ar Carlos Eduardo da Costa Almeida, a presença do astronauta Brigadeiro Charles Duke e sua palestra são importantes para a formação dos cadetes para que vejam o que podem alcançar e para que a história seja valorizada. “Neste palco pisam somente pessoas de destaque, que contribuem para a formação dos nossos futuros líderes da Força Aérea Brasileira”, disse o Comandante antes do início da palestra.

Durante a palestra, Duke abordou assuntos relacionados às missões Apollo e sua carreira como militar, assim como entrou em detalhes a respeito da rotina de trabalho da missão Apollo 16 e os preparativos para cada missão. Acompanhado pela sua esposa, Dorothy Duke, pelo diretor-presidente da Embraer Frederico Curado, Presidente da Embraer Defesa & Segurança Jackson Schneider e pelo Gary Spulak, Presidente da Embraer Aircraft Holding, a comitiva participou da parada diária, momento em que os cadetes desfilaram em homenagem ao astronauta. Os visitantes ainda conheceram a estrutura e aeronaves A-29 Super Tucano da Esquadrilha da Fumaça (EDA), onde assistiu a uma apresentação institucional e conversou com os pilotos, além das aeronaves T-27 Tucano do 1º Esquadrão de Instrução Aérea.

“Foi realmente uma grande honra estar aqui na Academia e estou muito impressionado com as instalações, com o profissionalismo dos cadetes e a recepção à minha palestra. Estou feliz com a possibilidade de inspirar alguns deles. Na minha idade, inspirá-los é praticamente tudo o que posso fazer e amo fazer isso” afirmou o astronauta, que acrescentou: “Gostamos de desafiar os jovens a sonharem grande, a trabalharem juntos e dizer a eles o que eles podem alcançar”.
 
O Brigadeiro Charles Duke foi o décimo, entre 12, homem a pisar na Lua pelo programa Apollo, da NASA. Formou na Academia Naval dos Estados Unidos e comissionado para servir na USAF, quando recebeu seu brevê em 1958 e serviu três anos como piloto de caça na Alemanha no 526º Esquadrão de Caça na Base Aérea de Ramstein. Foi então arrolado para mestrado no Massachusetts Institute of Technology (MIT). Em 1964, ele ingressou na Escola de Piloto de Teste da USAF, onde registrou 4.147 horas de voo que incluem 3.632 horas em aeronaves a jato. Em 1966 foi notificado que havia sido um dos 19 astronautas selecionados pela NASA para o programa Apollo, onde veio a participar em quatro missões na equipe de apoio em Terra e uma como piloto de módulo lunar, em 1972, quando pousou na Lua com a Apollo 16.