INTERCÂMBIO

Militares paraguaios treinam em simulador do T-27 Tucano na Academia da Força Aérea

Únicos na América Latina, simuladores atendem cadetes brasileiros e militares de forças aéreas de países vizinhos
Publicado: 18/03/2014 14:58
Imprimir
Fonte: AFA

  Vinte oficiais aviadores do Paraguai realizaram, entre os dias 09 e 15 de março, treinamento nos simuladores de voo da Academia da Força Aérea (AFA). O programa é uma parceria entre a Força Aérea Brasileira (FAB) e a Força Aérea Paraguaia (FAP), firmada desde a década de 1990 entre Estados-Maiores das duas Forças.

Ministrados pela FAP e sob a coordenação do Chefe da Divisão de Instrução de Voo (DIV) da AFA, o Tenente-Coronel-Aviador Afonso Henrique Junqueira de Andrade Júnior, cada exercício dura cerca de três horas. O uso de simulador de voo é um recurso que permite ao aviador enfrentar situações próximas ao real e treinar situações diversas que podem ocorrer ao longo de um voo, como panes e condições meteorológicas adversas, que não poderiam ser testados em um voo real devido aos altos riscos e custos que isso incidiria, além de oferecer segurança praticamente absoluta.

Com o emprego do T-27 Tucano por vários países, inclusive o Paraguai, a Academia da Força Aérea, detentora dos únicos dois simuladores dessa aeronave na América Latina, recebe, todos os anos, militares de várias forças aéreas amigas para a realização de treinamentos em seus simuladores.

Os dois simuladores atendem ao efetivo de cadetes que cumprem a atividade aérea, e ainda, contribui para o treinamento de pilotos de forças aéreas amigas. Usados pelos Cadetes do 4º ano do Curso de Formação de Oficiais Aviadores, o uso dos simuladores tem proporcionado uma maximização do aprendizado na aeronave, tornando o processo ensino-aprendizado mais rápido e econômico.