ASAS ROTATIVAS

FAB celebra dia da aviação dos helicópteros com cerimônia militar no RJ

Publicado: 11/02/2014 15:25
Imprimir
Fonte: II FAE

A Segunda Força Aérea (II FAE  ) celebrou na última sexta-feira (03/02), na Base Aérea dos Afonsos (RJ), o dia da Aviação de Asas Rotativas com uma cerimônia militar presidida pelo Comandante da Aeronáutica, Tenente-Brigadeiro do Ar Juniti Saito. Também estiveram presentes na cerimônia membros do Alto Comando da Aeronáutica, Tenente-Brigadeiro do Ar Mauro José Miranda Gandra, ex-Ministro da Aeronáutica; o Tenente-Brigadeiro do Ar Carlos de Almeida Baptista, ex-comandante da Aeronáutica; além de oficiais-generais da Aeronáutica e convidados.

O evento foi marcado pela lembrança ao cinquentenário do primeiro resgate em combate da Força Aérea Brasileira (FAB), quando, no dia três de fevereiro de 1964, dois Tenentes Aviadores e dois Sargentos, resgataram missionários cercados por rebeldes armados na República do Congo. A missão foi realizada nos helicópteros H-19 da Organização das Nações Unidas(ONU) e os militares protagonizaram umas das mais importantes missões operacionais da Força Aérea.

Em mensagem dirigida ao efetivo a FAB, o Tenente-Brigadeiro do Ar Nivaldo Luiz Rossato, Comandante-Geral de Operações Aéreas (COMGAR), enalteceu essa que foi a primeira atividade de busca e salvamento em combate da FAB, e convidou todos a exaltarem a hierarquia, a disciplina, o profissionalismo, entre outras qualidades.

Durante a solenidade militar, foram entregues troféus aos tripulantes mais eficientes da Aviação de Asas Rotativas no ano de 2013 e uma homenagem especial ao Tenente-Brigadeiro do Ar Sérgio Pedro Bambini como reconhecimento dos integrantes da II FAE por sua participação ativa nas decisões que compõem a história da FAB, em especial aquelas relacionadas ao desenvolvimento da aviação de asas rotativas.

Ainda durante o evento, o Comandante da Aeronáutica realizou a imposição da Medalha Mérito Operacional Brigadeiro Nero Moura, destinada a distinguir os comandantes de Unidades Aéreas. A cerimônia foi encerrada com o desfile militar da tropa da II FAE, além de um grupamento formado pelos estandartes das Unidades Aéreas que compõem a Aviação de Asas Rotativas e outro formado por integrantes da ativa e da reserva.