OPERACIONAL

H-36 Caracal completa mil horas de voo no Esquadrão Falcão

Publicado: 17/09/2013 14:29
Imprimir
Fonte: Esquadrão Falcão

Helicópteros H-36 na Amazônia  Esquadrão FalcãoO Esquadrão Falcão, de Belém (PA), ultrapassou em setembro a marca de 1.000 horas de voo com o H-36 Caracal, o mais moderno da frota de helicópteros da Força Aérea Brasileira. Recebida pela FAB em dezembro de 2011, a primeira aeronave foi encaminhada à Unidade que tem a missão de explorar todas as características do H-36. Ao todo, a FAB terá 16 unidades do modelo, fornecido pela empresa Helibras.

Ao longo de dois anos e meio de operação, o Esquadrão Falcão já utilizou o seu primeiro Caracal em missões reais, como no combate a incêndio florestal no Amapá, apoio a Polícia Federal na libertação de reféns em Mato Grosso, missões de misericórdia em comunidades e tribos indígenas. A Unidade Aérea também marcou presença na FIDAE 2012, uma feira de aviação militar que acontece no Chile. Para isso, o H-36 fez o longo deslocamento de Belém até Santiago, com passagem pela Cordilheira dos Andes.

As 1.000 horas de voo também incluíram treinamentos em missões como resgate na água, navegação a baixa altura e voo em formatura tática ao lado do segundo H-36 já recebido. Capaz de levar até 4,5 toneladas de carga e com dois guinchos para içamento de pessoas ou cargas, o H-36 Caracal também tem demonstrado superar os antigos H-1H com seus sistemas eletrônicos.

Além de realizar os voos na nova aeronave, os militares do Esquadrão Falcão também formaram grupos de trabalho para discutir as capacidades do novo helicóptero e também da versão a ser recebida a partir de 2014 que incluirá novos equipamentos, como sistemas de alerta de ameças e sensores de visão no espectro infra-vermelho. Um grupo também avalia a realização de missões de reabastecimento em voo com helicópteros, algo hoje realizado na FAB somente por aeronaves de caça.

Assunto(s): , ,