ÁGATA 6

Caça da FAB decola do RS para missão no Mato Grosso

Publicado: 15/10/2012 22:10
Imprimir
Fonte: Agência Força Aérea

Mais de 5.000 km. Foi essa a distância percorrida por um caça RA-1 da Força Aérea Brasileira neste domingo (14/10) durante a Operação Ágata 6. O avião partiu da Base Aérea de Santa Maria, no interior do Rio Grande do Sul, e fez o reconhecimento de lugares no norte do Mato Grosso. Foram 7 horas e 16 minutos entre a decolagem e o pouso, que só foi possível com o uso do reabastecimento em voo - quando uma aeronave maior transfere combustível para uma menor.

Às 8h, o RA-1 decolou de Santa Maria. Dez minutos antes, o avião reabastecedor, um KC-130 Hércules, decolou de Campo Grande. As duas aeronaves se encontraram às 11h20 em um ponto pré-determinado a aproximadamente 60 km a noroeste de Cuiabá (MT). Ali, o KC-130 estendeu suas mangueiras de reabastecimento e transferiu 3.100 litros de combustível para o RA-1 enquanto os dois aviões voaram juntos a 370 km/h e 4.500 metros de altitude.

Após poucos minutos, o caça se desconectou da mangueira de reabastecimento e seguiu para o local da sua missão. Já o Hércules permaneceu em uma órbita de espera até as 13h35, quando o RA-1, já voltando de missão, recebeu mais 3.710 litros de combustível, o suficiente para chegar em Santa Maria. Enquanto esperava, o KC-130 transferiu ainda mais 3.940 litros para outro RA-1, também em Missão de Reconhecimento.

De acordo com o Major Cláudio Garcia, comandante da aeronave reabastecedora, esse voo demonstrou o potencial de um KC-130 em Operações como a Ágata 6. “O nosso avião tem a capacidade de aumentar a autonomia dos caças, que conseguem chegar ao seu destino com mais segurança”, explica.