OPERACIONAL

FAB apoia Equador no combate a incêndios

Publicado: 25/09/2012 18:38
Imprimir
Fonte: Agência Força Aérea

A Força Aérea Brasileira (FAB) apoiou, de 20 a 24 de setembro, o governo do Equador no combate a incêndios florestais que se alastravam por várias províncias do país. Uma aeronave Hércules C-130 chegou a Quito na quinta-feira (20) e realizou onze voos, utilizando mais de cem mil litros de mistura retardante para combater os incêndios, que chegaram a causar mortes no país.

O C-130 Hércules do Primeiro Grupo de Transporte de Tropa (1º GTT) da FAB conta com um sistema de contenção de fogo que pode lançar até 12 mil litros de água em uma área de 500 metros de extensão e 50 metros de largura.

“Essa foi a nossa primeira missão desse tipo no exterior. Voamos em uma região com geografia totalmente diferente da que estamos acostumados no Brasil. É um terreno muito montanhoso. Com certeza tivemos um ganho operacional muito grande para o esquadrão”, afirmou o Tenente-Coronel Marco Antonio Parreiras, comandante do 1º GTT.

Além do apoio da FAB, o trabalho de combate a incêndios envolveu diversas autoridades locais. “O Equador tem sido apoiado por governos irmãos, especialmente com o fornecimento de meios aéreos”, afirmou o chefe do Comando Conjunto das Forças Armadas do Equador, General Leonardo Barreiro. “No futuro, pretendemos adquirir equipamentos iguais aos utilizados pela Força Aérea Brasileira”, completou.

O embaixador do Brasil no Equador, Fernando Simas Magalhães, disse que o Brasil está sempre à disposição para apoiar o país vizinho. Ele afirmou ainda que a cooperação brasileira envolverá um programa de treinamento de pessoal equatoriano para combater tais fenômenos.