ÁGATA 4

Hospital de Campanha Fluvial atende população ribeirinha

Publicado: 04/05/2012 19:36
Imprimir
Fonte: Agência Força Aérea

Mais de 150 pessoas foram atendidas no primeiro dia de funcionamento do Hospital de Campanha Fluvial da Força Aérea. Trinta e oito militares da área de saúde da Força Aérea Brasileira prestam atendimento no Hospital de Campanha, além de equipes de apoio e de segurança. Rosana Ferreira de Souza, 22, grávida de sete meses, descobriu o sexo da criança ao realizar exame de ultrassonografia no HCAMP – a unidade da FAB tem à bordo um equipamento de última geração, do tamanho de um computador portátil, que pode ser transportado em uma mochila. “Eu queria um menino mesmo”, disse a jovem mãe, que está na segunda gestação. Lucas é o nome escolhido para o bebê.

O pequeno Leonardo Farias de Souza, de apenas cinco meses, passou pela primeira consulta de sua vida no Hospital de Campanha. “Ele tem um problema no olho, que inflama, e uma gripe que não deixa ele desde que nasceu”, afirma Edilene Gomes Farias, 23. A mãe aproveitou para levar o filho mais velho, de dois anos, para consultar com o pediatra. Saíram as duas crianças medicadas e com os remédios para o tratamento. Os medicamentos entregues pelo Hospital de Campanha foram disponibilizados pela Secretaria de Estado da Saúde do Amazonas e pela FAB.

Quando precisa de atendimento, Edilene segue para Manaus, enfrenta uma viagem de barco de 12 horas e passa semanas na casa da mãe.

Na Amazônia, um resultado de exame preventivo de câncer pode levar até quatro meses para ficar pronto. Nos atendimentos programados pelo HCAMP, as pacientes atendidas saem da consulta com o resultado. Em caso de resultado positivo, recebem encaminhamento para a Secretaria de Saúde.

É a primeira vez que o HCAMP é montado em uma balsa da Comissão de Aeroportos da Região Amazônica (COMARA). A embarcação estará em Moura até amanhã, 5 de maio. Quando parte para a cidade de Barcelos.