ÁGATA 4

Hospital de Campanha Fluvial da Força Aérea parte de Manaus com destino a Moura (AM)

Publicado: 01/05/2012 18:51
Imprimir
Fonte: Agência Força Aérea

O Hospital de Campanha da Força Aérea Brasileira, montado pela primeira vez em uma balsa, partiu nesta terça-feira (1/05) de Manaus, com destino a Moura e Barcelos, a cerca de 400 km da capital do Amazonas. Nessas duas localidades, onde vivem hoje cerca de 23 mil pessoas, militares da área de saúde farão atendimentos nas especialidades de clínica médica, pediatria, ortopedia, ginecologia, dermatologia e odontologia. 

A unidade de saúde da Força Aérea funcionará em duas balsas da Comissão de Aeroportos da Região Amazônica (COMARA) e terá capacidade de realizar cerca de 350 atendimentos por dia. Além das consultas ambulatoriais, o Hospital de Campanha (HCAMP) realizará exames preventivos na especialidade de ginecologia, raio-X e exame de sangue. Esse tipo de estrutura empregada na Operação Ágata é uma unidade móvel de saúde para curto período de internação e destinada a atender feridos em combate. O hospital já foi empregado no socorro de vítimas de tragédias, como o terremoto no Haiti (2010) e na região Serrana do Rio de Janeiro (2005), entre outras ações.

Uma cerimônia marcou a partida do primeiro Hospital de Campanha Fluvial da Força Aérea. O Major Brigadeiro do Ar Nilson Carminati, comandante do Sétimo Comando Aéreo Regional (VII COMAR), o General de Brigada Franklimberg Ribeiro de Freitas, Subchefe do Estado Maior Conjunto da Área de Operações Arco Norte, o Brigadeiro do Ar Luiz Claudio Ribeiro da Silva, Comandante do Quarto Centro Integrado de Defesa Aérea e Controle de Tráfego Aéreo, e o Brigadeiro do Ar Marcelo Kanitz Damasceno, Comandante da Força Aérea na Operação Ágata, entre outras autoridades, estiveram presentes.

O atendimento do Hospital de Campanha no distrito de Moura, a 400 km de Manaus, deve acontecer entre os dias 4 e 5 de maio. No dia 6 de maio, as balsas serão deslocadas para Barcelos, 90 quilômetros acima pelo rio Negro. Os atendimentos naquela localidade serão realizados entre os dias 7 e 9 de maio.

As balsas que receberam o HCAMP são as mesmas que a COMARA utiliza como apoio para as obras aeroportuárias realizadas na região Norte do país, para o transporte, por exemplo, de material de construção e equipamentos. Em 55 anos, a Força Aérea realizou 262 obras na Amazônia.